Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Indicação de Ashton Kutcher para papel de Steve jobs no cinema provoca debate na internet

Fãs do ator e applemaníacos discutem se escolha é apropriada

Por Da Redação 2 abr 2012, 13h25

A informação de que o ator Ashton Kutcher, astro da série Two and a Half Men, pode viver Steve Jobs no cinema enfureceu muitos applemaníacos, que passaram a debater o assunto na internet. A indicação de Kutcher para o papel em uma produção independente foi recebida com ceticismo e até a sugestão de que se tratava de uma piada típica de 1º de abril.

Defensores do ator lembraram atuações dramáticas de Kutcher como Efeito Borboleta. Acrescentaram também que ele é familiarizado com a área de tecnologia – faz investimentos em startups, é conhecido entre internautas por seu perfil no Twitter e frequenta conferências sobre novas mídias. Outro ponto a favor do astro, ao menos segundo alguns fãs, é a semelhança física com o fundador da Apple.

O ator foi ainda um dos famosos que enviaram condolências à Apple e à família de Jobs quando o empresário morreu, em outubro de 2011. “Nunca achei que pudesse me sentir tão mal com a morte de alguém que nunca conheci”, escreveu Kutcher no Twitter, onde tem mais de 10 milhões de seguidores.

O longa Jobs contará a trajetória do empresário desde a fase hippie até o sucesso na Apple – período semelhante ao retratado no filme Piratas do Vale do Silício, de 1999, em que o empresário foi interpretado por Noah Wyle. O trabalho será dirigido pelo cineasta Joshua Michael Stern, diretor de Terror em Amityville e de O Agente, com Wesley Snipes.

Outra produção sobre Jobs está sob os cuidados da Sony Pictures. Trata-se da adaptação para o cinema da biografia de Walter Isaacson, lançada no ano passado.

Continua após a publicidade
Publicidade