Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Homens são melhores com mapas, mas mulheres são mais eficientes em rotas

Por Da Redação 3 Maio 2010, 16h54

Uma nova pesquisa realizada no México confirmou o que há muito se suspeitava: os homens são melhores na “leitura de mapas” do que as mulheres. O que o estudo ressaltou, entretanto, é que, embora interpretar informações geográficas não seja o forte da ala feminina, elas são superiores aos homens na hora de guardar rotas.

O levantamento mostrou que as mulheres se perdem com menor frequência por causa da capacidade de lembrar referências, uma qualidade pouco encontrada entre pessoas do sexo masculino.

A pesquisa mexicana pediu para homens e mulheres colherem cogumelos equipados com GPS e um sistema de monitoramento cardíaco. Embora ambos os grupos tenham voltado com a mesma quantidade de fungos, as mulheres gastaram menos energia já que conseguiram se localizar com mais facilidade.

Segundo os resultados do levantamento, os homens caminharam em excesso e usaram 70% a mais de energia do que as mulheres. Embora o grupo feminino tenha feito mais paradas, ele sabia onde estava indo graças às referências do caminho.

Luis Pacheco-Cobos, especialista da Universidade Autônoma do México e líder da pesquisa, confirmou que as mulheres possuem uma melhor performance e estratégias mais adequadas na hora de fazer uma busca.

Os cientistas mexicanos chegaram a associar suas conclusões ao fato da mulher, na grande maioria dos casos, ser a responsável por fazer compras no supermercado.

Segundo Frank Furedi, professor e sociólogo da Universidade de Kent, na Grã-Bretanha, as mulheres desenvolveram uma certa intuição, enquanto os homens tendem a transformar pequenas tarefas em “grandes negócios”. Para o cientista, as pessoas do sexo masculino complicam situações tidas como simples.

O estudo voltou no passado para explicar sua teoria e lembrou que há milhares de anos os homens eram responsáveis pela caça, enquanto as mulheres eram incumbidas de colher frutos e vegetais.

O estudo mexicano será publicado no periódico científico Evolution and Human Behaviour.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês