Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Falhas no BlackBerry: RIM alega congestionamento de dados e descarta hackers

Por Nicholas Kamm 12 out 2011, 18h08

A empresa canadense Research In Motion (RIM) explicou nesta quarta-feira que as interrupções no serviço do smartphone BlackBerry não foram causadas por hackers, e sim por um congestionamento de dados.

“Sei que, neste tipo de situação, costuma haver especulações sobre uma possível queda do sistema ou um ataque de hackers, mas não temos nenhuma evidência para acreditar que este seja o caso”, disse o vice-presidente de tecnologia da RIM, David Yach.

O executivo retomou a explicação que já havia sido dada pela RIM, segundo a qual uma falha num comutador do núcleo do sistema provocou um congestionamento de dados.

Os problemas técnicos que afetaram os serviços de mensagens de texto, correio eletrônico e a navegação em Europa, Oriente Médio e África na segunda-feira, estenderam-se à Índia e América do Sul ontem, e hoje chegaram a Canadá e Estados Unidos.

A falha aconteceu na infraestrutura europeia do BlackBerry, informou Yach. “Com as grandes demoras que começaram a acontecer na Europa, levamos um tempo para retomar a estabilidade, o que teve impacto em outras zonas, que enviavam mensagens à Europa”, explicou, referindo-se a Ásia e Américas.

O executivo afirmou que todas as mensagens bloqueadas serão redirecionadas aos destinatários.

Continua após a publicidade

Publicidade