Clique e assine a partir de 8,90/mês

Celular ao volante provocou morte de 16.000 pessoas nos EUA

Por Da Redação - 24 set 2010, 12h42

O hábito de falar ao celular ou digitar mensagens de texto ao volante provocou cerca de 16.000 mortes nos Estados Unidos entre 2001 e 2007, segundo pesquisa divulgada nesta quinta-feira. “Grande parte dos acidentes ocorre nas estradas”, escreveram Fernando Wilson e Jim Stimpson, do Centro de Ciência da Saúde da Universidade do Norte do Texas, na revista American Journal of Public Health.

Wilson lembra que falar ao telefone já oferece riscos de acidentes no trânsito. O uso de smartphones, que oferecem acesso a e-mails e outros aplicativos, eleva as chances de colisões. “Acho que a solução ideal seria a instalação de bloqueadores de celulares em cada veículo, mas isso não vai acontecer”, defende o pesquisador.

O estudo é uma das primeiras tentativas científicas de quantificar o fenômeno. Ele também sugere que entre as vítimas há uma grande concentração de motoristas com menos de 30 anos.

(Com agência Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade