Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bazar eletrônico já funciona dentro do Facebook

Serviço BazzApp permite que usuários comprem, vendam ou troquem itens dentro da rede social. Pagamento é feito via PayPal

Já existe um bazar eletrônico dentro do Facebook. O serviço, batizado BazzApp, permite que qualquer usuário troque ou comercialize produtos na rede: os itens podem ser pagos através do PayPal, maior plataforma digital de pagamentos do mundo. O serviço cobra uma comissão de 8,5% sobre o valor da operação. A iniciativa é de Lucas Aragão e Elisa Melecchi, que trabalharam no Peixe Urbano, mas já deixaram o site de compra coletiva.

Para ter acesso ao serviço, basta visitar o endereço www.bazzapp.com e autorizar o aplicativo a utilizar as informações do Facebook. A “vitrine” da loja é montada pelos próprios cadastrados, que podem curtir, comentar ou recomendar os itens colocados à venda. Essa curadoria – de amigos ou estranhos – é que determina a disposição dos produtos no serviço. Continue a ler a reportagem

Reprodução Reprodução

Reprodução (/)

Uma versão de testes do BazzApp foi colocada no ar há três meses e atraiu 600 usuários, entre pessoas físicas e jurídicas. O bazar já é utilizado por 450 usuários por dia.

“Decidimos criar um espaço onde as pessoas pudessem interagir e conhecer os vendedores”, diz Aragão, cofundador do BazzApp. “Essas compras e trocas já estavam acontecendo nas comunidades: decidimos criar um espaço personalizado para essas operações.”

Várias experiências na área de e-commerce social estão sendo desenvolvidas nos Estados Unidos por startups, embora nenhum modelo esteja estabelecido. A aposta no BazzApp, revela Aragão, se apoia em particularidades locais. “O brasileiro é muito engajado nas redes. Ele busca opiniões de amigos na hora de comprar produtos. Queríamos aproveitar esse dado dentro do Facebook”, diz.