Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Aficionados poderão testar game brasileiro ‘Ballistic’

Título, que adota gênero 'tiro em primeira pessoa', rodará no Facebook

Os desenvolvedores de games brasileiros ainda têm um bom caminho a trilhar, mas isso não significa que o país não seja capaz de produzir conteúdo de qualidade. É o que a empresa nacional Aquiris Game Studio, de Porto Alegre, quer provar com Ballistic – que entra em fase de testes para o público local nesta semana. Os interessados devem se inscrever no endereço www.ballistic.com.

Leia também

Expansão do game ‘Starcraft II’ chega ao Brasil em março

As mulheres também querem dar tiros nos games

O título, que cai na categoria de “tiro em primeira pessoa”, será lançado para o Facebook e impressiona pelo visual e a precisão dos controles. A qualidade do produto chamou a atenção da distribuidora americana Rumble Entertainment, que pretende lançar o título globalmente no primeiro trimestre de 2013.

“Nós começamos o projeto em 2010, mas tivemos muitos problemas que acabaram congelando os trabalhos por algum tempo. Há oito meses, graças ao financiamento e ao apoio da Rumble, começamos a refazer praticamente todos os mecanismos do jogo. Agora estamos prontos para a fase Beta”, diz Sandro Manfredini, diretor comercial da Aquiris, em entrevista ao site de VEJA.

Para o executivo, além de conquistar investimento externo, uma das maiores dificuldades encontradas pela equipe de desenvolvimento foi transportar a experiência dos consoles e computadores para uma janela dentro da rede social. “O marco de inovação técnica é o nosso maior desafio. Entregar uma experiência de console rodando dentro do Facebook requer uso de técnicas muito avançadas de produção. Posso dizer que o Ballistic inaugura uma nova fase dos games nessa rede.”

Inspirado em sucessos como as séries Call of Duty, da americana Activision, e Battlefield, da também americana Electronic Arts, o jogo da Aquiris traz duas facções – a MFA e Smokes – em um conflito armado em diversos cenários. Por ser multiplayer, o título só pode ser jogado com outras pessoas, o que incentiva a cooperação entre os usuários.

De acordo com Manfredini, o título será distribuído de graça no Facebook. Mas o plano de negócios da empresa inclui um sistema de microtransações que possibilita a compra, com dinheiro real, de itens cosméticos para a personalização dos soldados, além de novas habilidades para melhorar o desempenho durante as partidas.

Confira a seguir o vídeo oficial do jogo: