Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Testes com vacina contra ebola começam na Libéria

A vacina contém um pedaço do vírus do ebola, o que ajuda a estimular uma resposta do sistema imunológico da pessoa imunizada

Os testes de uma vacina contra o ebola começaram nesta segunda-feira na capital da Libéria, Monróvia, com o primeiro grupo de voluntários. A vacinação é resultado de uma parceria estabelecida entre os governos da Libéria e dos Estados Unidos.

A vacina contém um pedaço do vírus do ebola, o que ajuda a estimular uma resposta do sistema imunológico da pessoa imunizada, segundo documento do Prevail, acrônimo para Partnership for Research on Ebola Vaccines in Liberia (Parceria para Pesquisa de Vacinas contra o Ebola na Libéria), como é chamado o acordo entre os dois países. O vice-presidente da Libéria, Joseph Boakai, pediu aos liberianos que “tomem coragem [de se vacinar], porque vai funcionar”.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou na última quinta-feira que os três países mais afetados pela epidemia, Guiné, Serra Leoa e Libéria, tiveram menos de 100 novos casos em uma semana, o menor índice desde junho. Acredita-se que o vírus tenha matado mais de 8 000 pessoas desde março de 2014.

Leia também:

Vírus do ebola pode estar mais contagioso, dizem cientistas

Falha contra o ebola faz ONU criar ‘exército’ médico

(Com Estadão Conteúdo)