Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Surgimento de mais casos de ebola na Europa é ‘inevitável’, diz OMS

Diretora da organização no continente, no entanto, acredita que países europeus estão preparados para combater a doença

Por Da Redação 7 out 2014, 15h08

A diretora da Organização Mundial da Saúde (OMS) na Europa disse, nesta terça-feira, que haverá mais casos de ebola no continente, mas que os países estão preparados para controlar a doença. Segundo a húngara Zsuzsanna Jakab, incidentes como o da enfermeira espanhola, que contraiu o vírus em Madri enquanto tratava de dois pacientes infectados na Libéria, são “inevitáveis”.

A enfermeira foi a primeira pessoa infectada pelo ebola fora da África. A confirmação do diagnóstico foi feita nesta segunda-feira. Segundo autoridades da Espanha, outras três pessoas estão internadas no país sob suspeita de terem tido contato com o vírus: o marido da enfermeira, uma pessoa que viajou de uma região africana atingida pela epidemia e um profissional de saúde.

“Outros casos importados e eventos similares ao da Espanha ocorrerão no futuro muito provavelmente”, disse Jakab à agência Reuters. “É algo bastante inevitável devido ao grande número de viagens tanto da Europa para os países afetados como no sentido inverso.”

Leia também:

UE pede que Espanha explique transmissão de ebola

Continua após a publicidade

Risco de ebola chegar à França e à Grã-Bretanha é alto, diz estudo

Tratamento – Vários países na região europeia da OMS, incluindo França, Grã-Bretanha, Holanda, Noruega e Espanha, trataram pacientes repatriados após contraírem ebola na África Ocidental, onde a doença tem se espalhado. A epidemia já causou mais de 3.400 mortes na região, especialmente na Guiné, Serra Leoa e Libéria.

“Para nós, o mais importante é que a Europa ainda se encontra em risco baixo e que a parte ocidental do continente em particular é a mais bem preparada do mundo para responder a febres virais hemorrágicas, incluindo o ebola”, disse a diretora da OMS.

(Com Reuters)

Continua após a publicidade

Publicidade