Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

SP amplia vacinação para pessoas de 45 a 49 anos com comorbidades

Governo anunciou também a retomada da imunização de grávidas e puérperas a partir da próxima segunda-feira, 17

Por Giulia Vidale Atualizado em 12 Maio 2021, 13h43 - Publicado em 12 Maio 2021, 13h42

O estado de São Paulo ampliou a campanha de vacinação contra a Covid-19 para pessoas de 45 a 49 anos com comorbidades ou deficiência permanente a partir do dia 21 de maio. O anúncio foi feito nesta quarta-feira, 12, pelo governador João Doria, durante coletiva de imprensa realizada no Palácio dos Bandeirantes.

Doria também anunciou a retomada da imunização de grávidas em qualquer período gestacional e puérperas com comorbidades, todas acima de 18 anos, a partir da próxima segunda-feira, 17. A vacinação deste público, que deveria ter começado na terça-feira, 12, foi suspendida temporariamente após orientação da Anvisa que contraindicou o uso da vacina de Oxford-AstraZeneca nestas mulheres. A recomendação ocorreu após a notificação da morte de uma gestante de 35 anos na cidade do Rio de Janeiro, que pode estar associada à vacina. O caso ainda está em investigação.

Ainda na terça-feira, o Ministério da Saúde recomendou que a imunização de gestantes e puérperas com comorbidades fosse retomada com as outras vacinas disponíveis no país: a CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan, e a da Pfizer-BioNTech.

“A retomada dessa vacinação será possível por conta do remanejamento da distribuição e a entrega de novas doses da vacina do Butantan e também da Pfizer, realizadas hoje. No total são cerca de 100.000 gestantes e mães recentes com comorbidades que poderão receber a vacina a partir de segunda-feira, 17 de maio, em todo o estado de São Paulo”, disse Doria. Lembrando que no momento, a vacina da Pfizer está disponível apenas na capital paulista, por uma questão de logística.

Embora não seja obrigatório, o governo de São Paulo incentiva a realização do pré-cadastro pelo portal Vacina Já ou pelo WhatsApp através do número (11) 95220-2923. O registro agiliza o tempo de atendimento em cerca de 90% e evita aglomerações.

Continua após a publicidade

Documentos necessários

Em todos os casos acima, é necessário levar no dia da vacinação um comprovante de risco por meio de exames, receitas, relatório médico ou prescrição médica. Cadastros já existentes nas Unidades Básicas de Saúde também poderão ser utilizados.

As comorbidades definidas pelo Ministério da Saúde para prioridade na vacinação são: doenças cardiovasculares, incluindo insuficiência cardíaca, hipertensão pulmonar, cardiopatia hipertensiva, síndrome coronariana, valvopatia, miocardiopatia e pericardiopatia, doença da aorta, doença dos grandes vasos e fístulas asteriovenosas, arritmia cardíaca, cardiopatias congênitas, próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados; diabetes, pneumopatias crônicas graves, hipertensão arterial resistente, hipertensão arterial estágio 3, hipertensão estágios 1 e 2 com lesão e órgão alvo, doença cerebrovascular, doença renal crônica, imunossuprimidos, anemia falciforme, obesidade mórbida, cirrose hepática e HIV.

No caso das gestantes, também é necessário levar a carteira de acompanhamento, pré-natal ou laudo médico. Para puérperas, é preciso apresentar a declaração de nascimento da criança.

Já as pessoas com deficiências permanente devem apresentar o comprovante de recebimento do Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social.

Novos postos de vacinação

A partir de quinta-feira, 13, serão instalados postos de vacinação em estações da CPTM, metrô e terminais de ônibus da EMTU. As pessoas aptas à imunização poderão se vacinar em quatro estações da CPTM: Guaianases ( Linha 11-Coral), São Miguel Paulista, Jardim Helena-Vila Mara e Itaim Paulista, na Linha 12-Safira. Também haverá postos de atendimento na estação Corinthians-Itaquera (Linha 3-Vermelha do Metrô) e no Terminal de Ônibus São Mateus da EMTU. O horário de atendimento nestas unidades será das 9h30 às 17h.

A partir do dia 17 de maio a vacinação também estará disponível nas estações República, Pinheiros e Butantã, da Linha 4-Amarela.

Continua após a publicidade
Publicidade