Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

SP amplia vacinação para pessoas com síndrome de Down e transplantados

Outros grupos, como pacientes renais em terapia, trabalhadores metroviários e ferroviários, além de motoristas e cobradores de ônibus também foram incluídos

Por Giulia Vidale Atualizado em 20 abr 2021, 19h55 - Publicado em 20 abr 2021, 13h25

O estado de São Paulo ampliou a campanha de vacinação contra a Covid-19 para diversos grupos, incluindo pessoas com síndrome de Down, pacientes transplantados e renais em terapia, trabalhadores metroviários e ferroviários, além de motoristas e cobradores de ônibus municipais e intermunicipais. O anúncio foi feito nesta terça-feira, 20, pelo governador João Doria, durante coletiva de imprensa.

Como acontece com os demais grupos, a ampliação da imunização ocorrerá de forma escalonada. A partir de 10 de maio a vacina estará liberada para pessoas de 18 a 59 anos com síndrome de Down, transplantadas imunossuprimidas e com doença renal em terapia. Este público é composto por 120.000 pessoas.

“Esse é um grupo prioritário das comorbidades, por isso nós decidimos abrir estas faixas etárias. Porque o programa nacional de imunização coloca como sendo um grupo prioritário dentro de todas as comorbidades”, explica a coordenadora geral do programa estadual de imunização, Regiane de Paula.

LEIA TAMBÉM
Transplante de pulmão e outros órgãos na pandemia: o que sabemos

No dia seguinte, em 11 de maio, a imunização de trabalhadores metroviários e ferroviários, público composto por 170.000 pessoas, também está liberada. Já a vacinação de motoristas e cobradores de ônibus municipais e intermunicipais começa em 18 de maio.

Regiane afirmou ainda que o governo está trabalhando para disponibilizar doses para cerca de 300.000 profissionais de saúde que ainda não receberam a vacina. “Também estamos trabalhando para que a gente possa enviar com agilidade a vacina para esses trabalhadores de saúde que porventura tenham ficado sem a vacina”, afirmou a coordenadora.

Vacinação de idosos

Doria anunciou ainda a antecipação da vacinação de idosos de 64 anos do dia 29 para 23 de abril. Vale lembrar que na quarta-feira, 21, começa a imunização de pessoas de 65 e 66 anos.

Outras faixas etárias que já foram incluídas na campanha são: idosos de 63 anos a partir de 29 de abril e pessoas de 60, 61 e 62 anos em 6 de maio.

O cumprimento deste cronograma depende da entrega das vacinas de Oxford-AstraZeneca pela Fiocruz. Embora não seja obrigatório, o governo de São Paulo incentiva a realização do pré-cadastro pelo portal Vacina Já ou pelo WhatsApp através do número (11) 95220-2923. O registro agiliza o tempo de atendimento em cerca de 90% e evita aglomerações.

Continua após a publicidade
Publicidade