Clique e assine a partir de 9,90/mês

Sol combate depressão e outras doenças

Por Da Redação - 16 abr 2010, 08h47

Da mesma forma que a luz do sol desencadeia uma série de reações químicas que nos deixam com mais disposição, à noite o processo se inverte e o corpo começa a relaxar. É nosso relógio biológico em funcionamento. Em países onde o inverno é rigoroso e os dias mais curtos, as taxas de depressão, irritação, cansaço e tristeza são proporcionalmente maiores.

A radiação ultravioleta é responsável pela absorção da vitamina D, que nos ajuda a ter ossos mais fortes através da maior fixação de cálcio no organismo. Não é a toa que os médicos recomendam que bebês e idosos peguem sol duas vezes ao dia, por dez minutos. Ele combate a icterícia e a osteoporose, entre outras doenças.

Mas não adianta ir à praia e torrar ao sol para obter seus benefícios. O correto é acordar cedo e aproveitar o sol da manhã, de preferência até as 10h30 ou depois das 16h e sempre com a proteção adequada para seu tipo de pele. Filtros solares são essenciais para nos proteger de queimaduras, descamações e do envelhecimento precoce.

(Com Agência Estado)

Publicidade