Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ouvir música antes da cirurgia reduz necessidade de sedação

Um novo estudo mostrou que aqueles expostos à música instrumental antes de um procedimento tinham uma probabilidade 50% menor de usar sedativos

Pacientes que ouvem música suave – como jazz, música clássica e piano – antes de um procedimento cirúrgico ficam mais relaxados e precisam de menos sedação. É o que diz um estudo apresentado durante o Congresso Europeu de Anestesiologia, realizado em Londres, na Inglaterra.

De acordo com o estudo, elaborado por pesquisadores do Hospital Universitário Cochin, em Paris, na França, apenas 15 minutos de músicas compostas especialmente para aliviar a ansiedade são suficientes para relaxar os pacientes antes de uma cirurgia de catarata. As informações são do jornal britânico The Telegraph.

Os pesquisadores selecionaram 16 músicas instrumentais usando um ritmo decrescente, compostas com o objetivo de prevenir e controlar a dor, ansiedade e depressão. Em seguida, eles pediram que 62 pacientes optassem entre ouvir uma das opções de música ou nada, durante 15 minutos antes de serem submetidos à cirurgia.

Leia também:
Música reduz a dor e a ansiedade em pacientes que passam por cirurgias
Música ajuda a reduzir rejeição de órgãos, diz estudo

Depois do procedimento, os voluntários responderam a um questionário sobre quão ansiosos estavam no pré e no pós-operatório. Os resultados mostraram que aqueles que optaram por ouvir música tiveram sua ansiedade significativamente reduzida (23 pontos em uma escala de 100), em comparação com o grupo que não quis ouvir nada (65 de 100). A satisfação com o pós-operatório também foi significativamente maior no grupo que ouviu música (pontuação média de 71/100, contra 55/100).

Os autores também compararam a proporção de pacientes que receberam sedativo durante a cirurgia e descobriram que aqueles que ouviram música tinham uma probabilidade 50% menor de precisar deste medicamento.

“Ouvir música pode ser considerado um método barato, não-invasivo e não-farmacológico para reduzir a ansiedade de pacientes submetidos a cirurgia ocular eletiva sob anestesia local. Temos a intenção de avaliar o procedimento em outros tipos de cirurgias, incluindo as ortopédicas, em que a anestesia local é comum.”, disse Gilles Guerrier, um dos autores da pesquisa.

Segundo os autores, o estudo também sugere que a dor pós-operatória pode ser reduzida ao diminuir a ansiedade pré-operatória. Os achados, contudo, precisam ser confirmados em outras pesquisas.