Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Os países que conseguiram reduzir a curva de mortes nos últimos 3 meses

Ao menos sete países, incluindo Reino Unido, Estados Unidos e Portugal, diminuíram o número de novos óbitos pela Covid-19 entre janeiro e abril

Por Giulia Vidale Atualizado em 18 abr 2021, 20h17 - Publicado em 18 abr 2021, 19h00

De acordo com o último boletim da Organização Mundial da Saúde (OMS), globalmente, os novos casos de Covid-19 aumentaram pela sétima semana consecutiva, com mais de 4,5 milhões de novos casos registrado na última semana. Já o número de novas mortes aumentou pela quarta semana consecutiva, com mais de 76.000 novos óbitos registrados em apenas uma semana. Mas alguns países já começam a demonstrar sinais de melhora, com redução da curva de mortes pela doença, e se tornam fonte de esperança para os demais.

O Reino Unido, por exemplo, atingiu o pico de novos óbitos registrados em 24 horas desde o início da pandemia no dia 20 de janeiro, quando 1.826 pessoas perderam a vida para a doença, segundo dados da plataforma Our World in Data. Quase três meses depois, em 14 de abril, foram apenas 38. A média móvel registrada no dia 17 de abril era de 26 óbitos.

Além de um rígido lockdown, que vigorou por três meses, o Reino Unido fez a lição de casa e tem um ótimo desempenho na campanha de vacinação contra a Covid-19. Desde 8 de dezembro, quando começou a imunização em massa, até esta quinta-feira, 15, mais de 40,4 milhões de doses foram administradas, segundo dados da Bloomberg. Cerca de 50% da população já receberam ao menos uma dose e 12% estão totalmente imunizados.

Os Estados Unidos têm trajetória semelhante, mas por lá a curva oscila um pouco mais. Em 12 de janeiro o país atingiu o pico com 4.476 novos óbitos registrados. Em 14 de abril, foram apenas 956. Eles já vacinaram 37% da população com ao menos uma dose e 23,1% completaram o esquema de imunização. 194,7 milhões de injeções contra a Covid-19 foram administradas no país até essa quinta-feira, 15.

Israel, que tem uma das maiores taxas de vacinação do mundo – 59% das pessoas parcialmente vacinadas e 54,8% totalmente imunizadas – atingiu o pico de mortes pela Covid-19 em 20 de janeiro, quando foram registrados 101 novos óbitos. Quase três meses depois, apenas 3 mortes foram confirmadas.

Outros países com tendência semelhante, que atingiram o pico de óbitos em janeiro e hoje conseguiram reduzir significativamente sua curva são: Emirados Árabes, Alemanha, Portugal e África do Sul.

Confira o avanço da vacinação no país:

Continua após a publicidade
Publicidade