Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Ministério da Saúde planeja ‘drive thru’ de testes para coronavírus

A perspectiva do órgão é disponibilizar 10 milhões de exames nas próximas semanas

Por Da Redação 21 mar 2020, 19h32

O secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson Oliveira, disse neste sábado, 21 que o Ministério da Saúde pretende organizar uma espécie de “drive thru” de testes rápidos para coronavírus em postos de saúde em todo país. A perspectiva do órgão é disponibilizar 10 milhões de exames nas próximas semanas. 

  • A medida, segundo o secretário, é aumentar o nível de informação sobre a circulação do vírus já que 80% dos infectados são assintomáticos. Nesta semana, de acordo com Oliveira, serão distribuídos cerca de 5 milhões de testes rápidos cuja aplicação vai se assemelhar a exames de glicemia, por exemplo, em que é coletada uma pequena amostra de sangue do dedo do paciente. O ministério já distribuiu 27 mil testes para todo país desde o início da pandemia, que demoram 48 horas para concluir o diagnóstico. 

    Parcerias com instituições privadas estão sendo feitas para agilizar a entrega dos testes. Ainda não há informações sobre como e onde esses testes serão disponibilizados pelos estados e municípios.

    Na mesma ocasião, durante coletiva de imprensa do ministério, o secretário-executivo João Gabbardo dos Reis anunciou que o ministério não irá mais divulgar números de casos suspeitos de coronavírus, conforme vinha sendo feito desde o início do surto no país. Serão divulgados apenas os dados relacionados aos casos confirmados e óbitos.

    De acordo com o ministério, o país tem 1128 casos confirmados e 18 mortes. Os estados do Rio de Janeiro e São Paulo são os mais atingidos, com 119 e 459 casos confirmados respectivamente. O Distrito Federal aparece em terceiro lugar, com 100 casos. Foram registrados 15 óbitos em São Paulo e 3 no Rio de Janeiro.

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade