Clique e assine com até 92% de desconto

Coronavírus: Ministério da Saúde adotará cloroquina para casos graves

Uso não será indicado para pacientes em ambiente hospitalar

Por Da Redação Atualizado em 25 mar 2020, 19h10 - Publicado em 25 mar 2020, 19h09

Como antecipou VEJA, o Ministério da Saúde autorizou o uso de cloroquina no tratamento de casos graves de infecção pelo novo coronavírus.  A informação foi um dos assuntos mais comentados na coletiva de imprensa comandada pela pasta nesta quarta-feira, 25.

Segundo o secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos da pasta, Denizar Vianna Araújo, será apresentado um protocolo de 5 dias para a utilização do medicamento em pacientes graves de Covid-19.

LEIA TAMBÉM

+ Teste de coronavírus: quem deve fazer e como é o exame?

Araújo afirmou que o uso do medicamento não é recomendado para casos leves da doença, tratados fora do ambiente hospitalar, citando efeitos colaterais. Agora testada no combate ao coronavírus, a cloroquina costuma tratar doenças como malária e lúpus.

ASSINE VEJA

A guerra ao coronavírus A vida na quarentena, o impacto da economia, o trabalho dos heróis da medicina: saiba tudo sobre a ameaça no Brasil e no mundo
Clique e Assine

A decisão do uso (ou não) do medicamento ficará nas mãos do médico responsável pelo tratamento individual de cada paciente, informou o Ministro da pasta Henrique Mandetta.

(com Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade