Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Jovens que não gostam da escola acabam bebendo mais

Consumo de álcool precocemente antecipa também o início da vida sexual

“Os jovens que bebem e são sexualmente ativos também são aqueles com mais casos de insatisfação com a escola e com a vida familiar”, Mark Bellis

Adolescentes que não gostam de ir à escola são duas vezes mais suscetíveis ao consumo de bebida alcoólica antes dos 18 anos. De acordo com uma pesquisa publicada no periódico Substance Abuse, Treatment, Prevention and Policy, adotar esse hábito precocemente é ainda mais grave porque acaba antecipando também o início da vida sexual, na maioria das vezes sem informação adequada.

Realizado com 3.641 alunos de 15 escolas britânicas entre 11 e 14 anos, o estudo apontou que há relação direta entre o estado emocional permanente do adolescente e o consumo da bebida, e entre álcool e ato sexual. “Os jovens que bebem e são sexualmente ativos também são aqueles com mais casos de insatisfação com a escola e com a vida familiar”, destaca Mark Bellis, responsável pela pesquisa.

Para o especialista, o estudo é alarmante e evidencia a necessidade de uma integração dos programas de saúde pública. Esses jovens, segundo Bellis, são ainda grupo de risco para doenças sexualmente transmissíveis, gravidez precoce e alcoolismo. “As crianças que mais precisam de ajuda são exatamente as mais difíceis de se lidar por meio da educação tradicional.”