Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Grã-Bretanha: não lave o frango antes de cozinhá-lo

Segundo órgão de segurança alimentar britânico, a prática ajuda a espalhar pela cozinha a principal bactéria causadora de intoxicação alimentar

Por Da Redação
17 jun 2014, 15h15

A agência de segurança alimentar da Inglaterra, Food Standards Agency, aconselhou a população a parar de lavar o frango antes de cozinhá-lo. Segundo as autoridades britânicas, essa prática pode espalhar a bactéria Campylobacter, responsável pela intoxicação alimentar mais comum na Grã-Bretanha e causadora de vômitos, diarreia e até morte, no caso de crianças e idosos.

Uma pesquisa realizada pela agência indicou que mais de dois quintos dos cozinheiros lavam o frango rotineiramente. “A prática pode espalhar a bactéria nas mãos, superfícies, panos de prato e equipamentos de cozinha devido aos respingos da água”, afirmou um comunicado da agência na segunda-feira.

“Embora as pessoas costumem seguir as recomendações quando manipulam aves, como lavar as mãos depois de tocar frango cru e garantir que a carne esteja bem cozida, nossas análises mostram que lavar o frango cru também é um hábito comum”, declarou a diretora executiva da FSA, Catherine Brown.

A bactéria Campylobacter é responsável por quatro em cada cinco episódios de intoxicação alimentar na Grã-Bretanha. Em casos mais graves, ela causa a síndrome do intestino irritável e a síndrome do Guillian-Barre, que ataca o sistema nervoso. A agência alertou que cozinhar bem o alimento é suficiente para eliminar o risco de infecção.

Continua após a publicidade

(Com AFP)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.