Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Festas de fim de ano: dicas para não engordar (e aproveitar os cardápios)

Subir na balança ao menos duas vezes por semana e ficar longe da mesa de comida depois de se servir estão entre as orientações

Quando chega o final do ano, muitas pessoas se preocupam com as calorias extras que vão ganhar diante de tantas tentações saborosas das festas. Para resolver esse pequeno impasse, um estudo publicado na revista British Medical Journal revelou algumas medidas para evitar o ganho de peso: se pesar regularmente e realizar atividade física suficiente para se livrar dos quilinhos extras. As recomendações são importantes porque, de acordo com a pesquisa, uma pessoa ganha em média entre 360 gramas a 1 quilo por ano – grande parte corresponde ao período festivo.

Felizmente, se as orientações foram seguidas, é possível perder cerca de 500 gramas. “Qualquer ganho de peso está associado a um risco aumentado para a saúde. A quantidade de peso evitada através dessas intervenções pode ser considerada pequena, mas na ausência delas, em 10 anos esse peso pode ser suficiente para impulsionar uma epidemia de obesidade”, alertou Amanda Farley, principal autora do estudo, à CBS News

O que fazer?

Para realizar o experimento, os pesquisadores recrutaram 272 adultos – a maioria mulheres – com pesos variados e idade média de 44 anos; eles foram divididos em dois grupos e acompanhados por 45 dias durante os períodos festivos de 2016 e 2017. No primeiro grupo, chamado de grupo de intervenção, os voluntários foram encorajados a se pesar pelo menos duas vezes por semana e refletir sobre o número mostrado pela balança; eles também receberam dicas de como gerenciar o peso.

Além disso, os participantes ganharam uma lista que informava quanta atividade física deveria ser feita de acordo com o tipo de alimento e bebida consumidos ao longo das festas. Entre os alimentos notificados estava uma fatia de bolo (que corresponde a 18 minutos de corrida) e uma taça pequena de vinho ( que requer 33 minutos de caminhada). Já o segundo grupo – grupo de controle – recebeu um folheto que falava sobre o estilo de vida saudável, mas não receberam instruções específicas.

Ao final do acompanhamento, a equipe descobriu que aqueles no grupo de controle ficaram alguns quilos mais pesados enquanto as pessoas que receberam mais aconselhamento sobre se pesar regularmente e gastar as calorias ganhas não registraram esse aumento de peso. Para garantir um resultado mais preciso, os cientistas ainda fizeram ajustes para outros fatores que poderiam interferir no peso:o resultado ainda mostrou uma diferença de quase meio quilo entre os dois grupos. 

“Sabemos que muitas pessoas ganham peso no Natal e muitas vezes não perdem completamente. Isso pode afetar negativamente a saúde ao longo do tempo. Através do estudo, descobrimos que algumas estratégias simples nessa época do ano impedem que isso aconteça”, comentou Amanda.

Sempre se pese

Outra pesquisa, realizada pela da Universidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos, também encontrou benefícios para indivíduos que costumam se pesar com frequência. O estudo, que envolveu mais de 1.000 participantes, mostrou que aqueles que se pesam várias vezes por semana apresentavam maior perda de peso durante o ano. Já quem evitava a balança – ou o faz apenas um vez por semana – não perdem peso.

Para os pesquisadores, quando uma pessoa mantém o hábito de se pesar, ela consegue ser mais responsável em relação ao próprio peso. “[A balança] nos lembra de comer alimentos saudáveis e ficar longe dos doces tentadores do escritório, além de observar calorias e tamanho das porções, porque sabemos que vai ter que se pesar no dia seguinte”, explicou a nutricionista Martha McKittrick à CBS

A especialista ainda comentou que subir na balança regularmente de fato ajuda muitos indivíduos a manter o foco, no entanto, quando verificar o peso é um fator desmotivante, não é recomendado fazê-lo. O mesmo vale para pessoas que sofrem com distúrbios alimentares já que isso pode tornar a compulsão por evitar calorias ainda mais grave.

Seja moderado

Segundo Nancy Farrell, da Academia de Nutrição e Dietética dos Estados Unidos, recomendou que as pessoas comam refeições leves e regulares nos dias que precedem as festividades (inclusive nos dias das festas), pois isso ajuda a evitar a ingestão exagerada de comida. A recomendação é ainda mais significativa para quem costuma passar o dia de fome no Natal e Ano Novo para “caber mais” na hora da ceia. 

Outra dica de Nancy é manter-se longe da mesa de comidas, especialmente as mais tentadoras, e verificar quais são os alimentos mais saudáveis do cardápio. “Afaste-se da mesa de bufê ou das bandejas de comida para evitar a tentação de ficar beliscando. Além disso, sente-se ao lado de pessoas que comem de forma saudável; elas vão ajudá-lo a permanecer no caminho certo dos seus objetivos de saúde”, concluiu.