Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Fábricas das vacinas da Janssen e da Pfizer são aprovadas pela Anvisa

A etapa é fundamental para autorização dos imunizantes no Brasil; certificação vale por dois anos

Por Giulia Vidale Atualizado em 19 jan 2021, 13h08 - Publicado em 19 jan 2021, 12h54

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) concedeu nesta terça-feira, 19, o chamado Certificado de Boas Práticas de Fabricação às instalações fabris utilizadas pelas farmacêuticas Janssen-Cilag e Pfizer para etapas de fabricação de vacinas contra a Covid-19. A análise da equipe técnica da Anvisa foi concluída na segunda-feira, 18.

Três fábricas da Pfizer já haviam recebido a certificação, mas uma, a Pharmacia & Upjohn Company LLC, ainda estava pendente. “São quatro as empresas que participam dos processos de fabricação do insumo farmacêutico ativo biológico, bem como da formulação da vacina desenvolvida pela Pfizer/BioNTech, todas já devidamente certificadas quanto ao cumprimento das boas práticas de fabricação”, disse a Anvisa em comunicado.

No caso da Janssen, três empresas participam dos processos de fabricação do insumo farmacêutico ativo biológico, bem como da formulação da vacina. Destas, duas já têm o certificado da Anvisa, restando pendentes informações relativas a apenas uma.

Até o momento não há pedido de uso emergencial ou de registro das vacinas da Pfizer/Biontech ou da Janssen-Cilag. Lembrando que a vacina da Janssen ainda não apresentou os resultados da fase 3 de testes clínicos. Mas esse é um passo fundamental dentro da submissão contínua de informações feita pelos laboratórios e também essencial para qualquer tipo de aprovação futura pela Anvisa.

Continua após a publicidade
Publicidade