Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

EUA autorizam primeiro autoexame rápido de Covid-19 sem receita médica

Tecnologia utilizada é similar à de um teste de gravidez e resultados são informados em cerca de 20 minutos por meio de um aplicativo de celular

Por Da Redação 15 dez 2020, 23h06

A FDA, agência reguladora de alimentos e medicamentos nos Estados Unidos, autorizou nesta terça-feira, 15, o primeiro teste caseiro de Covid-19, que pode ser comprado sem receita médica e que dá o resultado em cerca de 20 minutos.

O teste foi produzido pela empresa australiana Ellume e pode ser feito por pessoas a partir dos 16 anos. Ele também pode detectar o vírus em crianças a partir dos dois anos, desde que a amostra seja retirada por um adulto.

A tecnologia utilizada é similar à de um teste de gravidez. O exame será vendido por cerca de 30 dólares e a empresa planeja lançar três milhões de unidades em janeiro de 2021.

O funcionamento do teste é simples, pois as pessoas só têm de usar um cotonete nasal com um comprimento médio para obter uma amostra. Esse swab nasal não vai tão fundo quanto os nasofaríngeos usados em hospitais e laboratórios, sendo, portanto, mais confortável de autoadministrar. A amostra é, então, inserida em um cartucho de uso único.

O exame caseiro se conecta a um aplicativo no celular do usuário para interpretar os resultados, informados em apenas 20 minutos. O aplicativo pede data de nascimento e código postal do usuário para enviar os resultados às autoridades de saúde pública, mas não é obrigatório fornecer nem nome, nem e-mail.

O teste identificou corretamente 100% das amostras como sendo negativas e 96% das amostras positivas de pessoas com sintomas. Nas pessoas sem sintomas, foram identificadas 91% das amostras positivas e 96% das amostras negativas.

A FDA informou que para pacientes sem sintomas, “os resultados positivos devem ser tratados como supostamente positivos até que sejam confirmados o quanto antes por outro exame”.

Continua após a publicidade
Publicidade