Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Estudo revela fatores de riscos para Covid-19 entre mais jovens

Levantamento aponta obesidade, hipertensão e diabetes entre as comorbidades que podem agravar a doença e levar a novas internações

Por Simone Blanes Atualizado em 1 set 2021, 20h43 - Publicado em 31 ago 2021, 18h20

Um novo estudo do Instituto Metodista de Pesquisa de Houston, nos Estados Unidos, revela novas pistas sobre fatores de risco da Covid-19 para os mais jovens. Baseado na evolução da doença no país, na verdade em todo o mundo, na qual se observou a diminuição da idade de pacientes hospitalizados, o levantamento publicado no jornal Public Library of Science investigou fatores demográficos e clínicos para o desenvolvimento da forma grave da enfermidade em 1.853 pessoas com idades entre 18 e 29 anos, de 1º de março a 7 de dezembro de 2020, em oito hospitais de Houston. Coordenado por Edward A. Graviss, professor associado de patologia e medicina genômica do centro de pesquisa, o estudo ainda analisou as taxas de readmissão e os diagnósticos de condições graves desenvolvidas 30 dias após esses pacientes terem alta do hospital.

LEIA TAMBÉM: Variante Delta reforça a importância do uso correto de máscaras

Os principais riscos encontrados entre os mais jovens foram obesidade e sobrepeso, asma, transtornos mentais, hipertensão e diabetes. Segundo os autores da pesquisa, o risco de uma nova internação um mês após a primeira também é bastante significativo entre pessoas com comorbidades, em especial, histórico de obesidade, asma e infarto do miocárdio, mesmo que da primeira vez elas não tenham necessitado de suporte respiratório. Os cientistas enfatizam a necessidade de maior conscientização e prevenção da Covid-19 entre os mais jovens e uma constante investigação dos fatores de risco para o desenvolvimento da doença grave, readmissão hospitalar e consequências a longo prazo entre essa população.

Publicidade