Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Estoque de sangue cai e hospitais adiam cirurgias

Por AE

São Paulo – A falta de doadores nos bancos de sangue de São Paulo tem provocado o adiamento de cirurgias e de transfusões. Cinco procedimentos foram desmarcados semana passada no Hospital São Paulo e 25 pacientes que aguardavam por transfusões não puderam passar pelo procedimento, segundo a médica Maria Angélica de Camargo Soares, chefe do setor de coleta do Banco de Sangue do Hospital São Paulo.

Já no Hospital do Rim e Hipertensão quatro procedimentos já foram adiados, dos quais três eram transplantes. Maria Angélica diz que a diminuição das doações costuma se acentuar nos feriados e no inverno, porém ela considera a situação atípica para o mês de maio. �No final de semana, chegou a um nível muito crítico. E estava faltando sangue em toda a cidade. Por isso, não tínhamos como ajudar, nem como receber ajuda�, diz. Tanto o Hospital do Rim quanto o Hospital São Paulo são administrados por fundações ligadas à Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

A situação é delicada também na Fundação Pró-Sangue, unidade da secretaria estadual de Saúde que abastece 128 hospitais da capital e da região metropolitana. Alguns tipos sanguíneos, como O negativo e B negativo, já atingiram o estado de emergência, o que significa que a quantidade em estoque é suficiente apenas para as próximas 24 horas. As informações são do Jornal da Tarde.

AE