Clique e assine com até 92% de desconto

Em São Paulo, 14 pessoas são internadas com pneumonia por hora

Levantamento se baseou nas internações na rede pública em 2012. A doença é normalmente causada por um processo viral e, portanto, pode ser evitada na maioria das vezes

Por Da Redação 23 jul 2013, 12h00

No inverno, a imunidade das pessoas tende a ficar mais fraca e é mais frequente que elas fiquem em ambientes fechados – dois fatores que favorecem o surgimento de certas doenças, especialmente as infecciosas, entre elas a pneumonia. Um levantamento divulgado nesta terça-feira pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo revelou a alta prevalência da doença na população paulista. Segundo o estudo, em média, 14 pessoas foram internadas por hora na rede pública estadual devido à doença, totalizando 129.043 internações no ano. Embora esse número tenha diminuído em 7% nos últimos três anos, na opinião de especialistas, ele continua chamando a atenção.

Como evitar a pneumonia

O inverno favorece o surgimento da doença. Conheça formas de se proteger:

  1. • Evitarambientes fechados e melhorar a circulação do ar onde estiver
  2. • Manter o ar condicionado higienizado
  3. • Tomar a vacina contra a gripe
  4. • Abandonar o cigarro
  5. • No caso de pessoas com doenças crônicas, com baixa resistência, evitar o contato com indivíduos com pneumonia

“Esse número é muito alto e chama atenção porque a pneumonia normalmente vem de um processo infeccioso viral, que pode ser prevenido”, disse, em comunicado divulgado pela Secretaria, David Uip, médico infectologista e diretor do Instituto Emílio Ribas. Ele explica que a pneumonia pode ser provocada por, principalmente, bactérias ou vírus – mas vermes parasitas ou fungos também podem causar a doença.

Vacina – A vacina pneumocócica 10-valente, que imuniza contra certos tipos de pneumonia, além de otites agudas e outras infecções respiratórias, como meningite, está disponível gratuitamente nos postos de vacinação para crianças entre dois meses e 1 ano e 11 meses de idade. Segundo a Secretaria de Saúde, a vacina contra a gripe também ajuda na proteção contra a pneumonia. “A vacina contra a influenza diminui a incidência de gripes, que são as portas de entrada para pneumonias, e também contribuem para diminuir a ocorrência de pneumonias bacterianas”, diz Uip.

Continua após a publicidade
Publicidade