Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Em Chicago, Lollapalooza registra mais de 200 casos de Covid-19

Autoridades municipais, no entanto, minimizam o impacto nas taxas de infecção da principal cidade do estado americano de Illinois

Por Da Redação Atualizado em 12 ago 2021, 20h19 - Publicado em 12 ago 2021, 13h53

Como previsto, 203 casos de Covid-19 foram reportados no festival de música Lollapalooza, em Chicago, sem ligá-los a casos de hospitalização ou morte. “Nada inesperado”, disse em entrevista à imprensa local a doutora Allison Arwady, do Departamento de Saúde Pública. “Nenhum sinal de um evento superpropagador. Mas com centenas de milhares de pessoas comparecendo era de se esperar alguns casos.”

O festival musical de quatro dias, que aconteceu há duas semanas, atraiu cerca de 385 mil pessoas ao Grant Park, no centro de Chicago. Críticos questionaram a realização do evento durante a pandemia. Imagens mostraram multidões aglomeradas em concertos e nos transportes públicos com poucas máscaras à vista. O festival do ano passado foi cancelado por causa da Covid-19.

LEIA TAMBÉM: As 10 práticas essenciais para combater a pandemia de Covid-19

A prefeita Lori Lightfoot e outras autoridades, no entanto, defenderam a decisão, dizendo que havia protocolos de saúde em vigor. Os participantes tiveram que mostrar prova de vacinação ou teste negativo de Covid-19, e funcionários da prefeitura disseram que 90% estavam vacinados.

Arwady disse que o numero de casos positivos incluiu quem testou positivo depois ou durante o Lollapalooza, o que pode ter incluído pessoas que já foram ao festival infectadas. Por exemplo, 13 residentes de Chicago que testaram positivo foram ao festival no dia ou depois que os sintomas começaram.

A médica disse os casos estavam sob investigação, mas que não espera um grande impacto nas taxas de infecção. “Teríamos visto um pico se identificássemos um aumento grande neste ponto”, disse ela.

Entre os que testaram positivo, as autoridades municipais disseram que 138 eram residentes de Illinois de fora de Chicago, 58 eram da cidade e sete eram de fora do estado. Quase 80% dos que tiveram teste positivo tinham menos de 30 anos e cerca de 62% eram brancos, disse Arwady.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)