Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Dia da Padroeira tem missas presenciais e protocolos contra a Covid-19

Santuário dedicado à Nossa Senhora Aparecida recebe milhares de fiéis com uso de máscara e distanciamento social obrigatórios

Por Simone Blanes 12 out 2021, 13h06

Nesta terça-feira, 12 de outubro, é a primeira vez desde o início da pandemia da Covid-19 que fiéis poderão comparecer presencialmente às missas de celebração ao Dia da Padroeira, no Santuário de Aparecida, no interior de São Paulo. A Basílica tem capacidade para até 35 mil pessoas por missa, mas o número será limitado a 2,5 mil, sendo três em cada banco.

São obrigatórios o uso de máscaras e o distanciamento social. A Basílica disponibiliza álcool em gel na entrada e em todos os pontos de visitação do Santuário que, a cada missa, será higienizado.

Durante a Festa da Padroeira, sob o tema “Com Maria, somos povo de Deus, unido pela aliança”, serão realizadas 14 missas, além das atividades religiosas que começaram na madrugada e devem terminar à noite, após a missa de encerramento, às 19hs. As visitas ao Santuário Nacional irão até as 21hs. Para quem preferir acompanhar as celebrações online, as principais missas serão transmitidas ao vivo pela TV e Rádio Aparecida, nas redes sociais do Santuário Nacional e no site da Basílica.

Antes da pandemia, a Basílica recebia em média 170 mil fiéis, no dia 12 de outubro. No ano passado, foram apenas 30 mil nos espaços permitidos ao público, como as áreas externas do Santuário. O interior teve acesso restrito apenas às pessoas responsáveis pelas celebrações das missas.

 

Continua após a publicidade

Publicidade