Clique e assine a partir de 8,90/mês

‘Data limite’ para o Ministério negociar a CoronaVac é dia 21, diz Doria

Governador afirmou que tem uma reunião marcada com o ministro da Saúde e com a Anvisa na próxima quarta-feira

Por Mariana Rosário - Atualizado em 16 out 2020, 14h57 - Publicado em 16 out 2020, 14h30

O Governador João Doria afirmou em entrevista coletiva nesta sexta-feira, 16, que a ‘data limite’ para que se encerrem as negociações junto ao Ministério da Saúde para incluir a CoronaVac — vacina desenvolvida pela Sinovac Biotech em parceria com o Instituto Butantan — no Programa Nacional de Imunizações é o próximo dia 21 de outubro.

De acordo com João Doria, na mesma data está marcada uma reunião com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e também outro encontro com o presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“A data limite em relação à vacina é o dia 21. Exatamente por isso que agendamos uma reunião com o ministro Eduardo Pazuello e com o presidente da Anvisa, o almirante Antônio Barra. A testagem termina agora, neste fim de semana, os resultados estarão consolidados com a Anvisa na segunda-feira, que tem acompanhado diariamente os resultados”, disse o governador.  Doria também afirmou que a vacinação para Covid-19 será obrigatória para os paulistas, com exceção aos que receberem dispensa médica para não recebê-la.

Publicidade