Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Covid-19: vacina da Moderna induz imunidade por pelo menos três meses

Período foi aferido após a segunda dose; eficácia conhecida do medicamento é de 94%

Por Mariana Rosário 4 dez 2020, 17h25

A vacina da farmacêutica americana Moderna para Covid-19 induz imunidade por pelo menos três meses após a segunda dose, diz estudo publicado nesta quinta-feira, 3. A pesquisa foi desenvolvida pelo Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas (NIAD), de mandeira independente.

A análise levou em conta 34 voluntários saudáveis com idades entre 18 e 71 anos. Os achados foram publicados no New England Journal of Medicine e pontuam que o medicamento tem potencial de fornecer imunidade durável. De acordo com os pesquisadores, após as duas doses, houve uma pequena queda na imunização adquirida com o medicamento, o que era esperado. Mas que foi possível aferir a alta presença de dois tipos de anticorpos nas amostras dos voluntários 90 dias após a segunda dose.

No último dia 30, a empresa pediu autorização de uso emergencial de seu medicamento junto à rigorosa agência de controle de saúde americana, a FDA. O parecer deverá ser discutido em uma reunião do orgão marcada para o dia 17 deste mês. Estudos da fase 3 do antígeno apontaram para efícacia aferida em cerca de 94% e capacidade de evitar 100% dos casos graves.

Publicidade