Clique e assine com até 92% de desconto

Como vai funcionar a volta dos parques em São Paulo

Decreto com as regras para funcionamento dos parques será publicado na sexta-feira, 10, quando também deverão ser definidas regras para as academias

Por Da redação Atualizado em 9 jul 2020, 19h40 - Publicado em 9 jul 2020, 18h54

Nesta quinta-feira, 9, o prefeito Bruno Covas anunciou a reabertura de parques municipais da capital paulista. A partir da próxima segunda-feira, 13, 70 dos 108 parques municipais poderão abrir para o público, mas apenas em dias de semana. Aos finais de semana os locais deverão permanecer fechados.

Os parques Ibirapuera, na Zona Sul, e do Carmo, na Zona Norte, funcionarão de segunda a sexta-feira, das 6h às 16h. Os demais ficarão abertos em horário reduzido, entre 10h e 16h, nos mesmos dias da semana. A capacidade máxima de ocupação permitida nessa fase de abertura é de 40%.

Todas as pessoas que desejarem frequentar estes lugares deverão usar máscara e áreas como parques infantis, bebedouros e espaços para prática de esportes coletivos que estejam localizados dentro desses parques municipais devem permanecer fechados. Atividades físicas como caminhada, corrida, trilha e ciclismo estarão liberadas, desde que seja respeitado o uso de máscara e o distanciamento social.

“Nós teremos controle na entrada dos parques, será obrigatória a utilização de máscara e os bebedouros estarão fechados por orientação da Vigilância Sanitária. Os permissionários que funcionam dentro dos parques também poderão voltar a funcionar respeitando os protocolos de atendimento”, explicou Covas.

LEIA TAMBÉM: Viver próximo de parques e praças reduz risco de transtornos mentais

Para controle da quantidade de pessoas, haverá restrição no número de portões de acesso. Áreas que promovam fila terão sinalização no chão para garantir o distanciamento social e haverá reorganização das áreas de consumo de alimentos das lanchonetes. De acordo com a prefeitura de São Paulo, será disponibilizado álcool em gel 70% para higienização das mãos e sabão líquido nos espaços com sanitários abertos, com intensificação da limpeza dos sanitários.

Em alguns parques com áreas gramadas, como o Ibirapuera, Carmo, Burle Marx e Povo, haverá marcação para que o distanciamento social seja cumprido. Aqui você confere a lista completa de parques que abrirão e daqueles que permanecerão fechados neste primeiro momento.

O Minhocão e a Avenida Paulista continuam fechados aos finais de semana. “Quando os parques forem reabertos nos finais de semana, nós vamos retomar a atividade da Paulista e do parque Minhocão. Mas, nesse momento, são atividades que geram muita aglomeração, com vários pontos de entrada, portanto o controle da quantidade de pessoas é muito mais difícil de se fazer do que em um parque. Então, quando for momento e for possível esse tipo de aglomeração, eles voltarão a funcionar, mas nesse instante ainda continuam fechados”, disse Covas.

O decreto com todas as regras para funcionamento desses espaços será publicado na sexta-feira, 10. Na mesma data deverá ser assinado o protocolo com as regras de funcionamento das academias e locais da área de audiovisual. “Estamos ainda fechando esses dois protocolos. Até amanhã [sexta-feira, 10] teremos a minuta final com todas as regras que deverão observar para que os dois setores possam voltar a funcionar a partir de segunda-feira, 13 de julho, na cidade de São Paulo”, explicou Covas.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade