Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

China ordena lockdown em mais uma cidade após um caso de Covid-19

País se prepara para os Jogos Olímpicos de Inverno, em fevereiro de 2022, e aplica o rigor máximo no controle de pandemia

Por Simone Blanes 28 out 2021, 13h37

Após o surgimento de um único caso de Covid-19, uma terceira cidade do país anunciou lockdown nesta quinta-feira, 28. Trata-se de Heihe, que faz fronteira com Blagovechchensk, na Rússia, onde a situação pandêmica está bastante complicada. O transporte público também foi suspenso na cidade chinesa e nenhum veículo pode sair da cidade.

O receio das autoridades chinesas se deve aos riscos de disseminação do novo coronavírus a menos de 100 dias do início dos Jogos Olímpicos de Inverno, em Pequim. Por conta disso, cerca de 6 milhões de chineses se encontram em confinamento, já que na terça-feira 26, Lanzhou, cidade com 4 milhões de habitantes, a 1.700 quilômetros ao oeste de Pequim, também ordenou o lockdown.

Primeiro país a enfrentar o coronavírus, no final de 2019, a China conseguiu controlar a pandemia com medidas drásticas como o fechamento das fronteiras, mas vez ou outra enfrenta novos surtos como o que se dissemina desde a semana passada no norte do país. Das 30 províncias, pelo menos 11 foram afetadas, sendo registrados 23 novos casos da doença nas últimas 24 horas.

Publicidade