Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Casos e internações diminuem após vacinação em massa em Botucatu

Dados preliminares apontam para resultados positivos de eficiência do imunizante de Oxford-AstraZeneca

Por Giulia Vidale Atualizado em 10 ago 2021, 14h59 - Publicado em 9 ago 2021, 18h21

A cidade de Botucatu, no interior do estado de São Paulo, é palco de um grande estudo com a vacina de Oxford-AstraZeneca. Em maio, em uma ação inédita, todos os moradores com idade acima de 18 anos receberam a primeira dose do imunizante.  Dados do Ministério da Saúde apontam que a imunização parcial já apresentou resultados positivos, após a aplicação da primeira dose, o número de casos de Covid-19 no município caiu 80% e o número de internações, 86,7%.

No último domingo, 8, foi a vez de completar o esquema de imunização com a segunda injeção. Em mais um dia de vacinação em massa, 61.741 habitantes compareceram. No entanto, de acordo com a prefeitura de Botucatu, 4.989 pessoas não voltaram aos postos para tomar a segunda dose do imunizante. Elas devem procurar a unidade de saúde mais próxima de casa a partir de terça-feira, 10, para completar o esquema vacinal o mais breve possível. Outra opção para este público é se dirigir aos ginásios Paralímpico e Complexo Esportivo Heróis do Araguaia no próximo sábado, 14.

LEIA TAMBÉM: Dados de vida real atestam: vacina boa contra a Covid-19 é vacina no braço

A vacinação em massa no município é parte de um projeto de efetividade que está sendo conduzido pelo Ministério da Saúde e a prefeitura de Botucatu, junto com a Universidade de Oxford, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), a Universidade Estadual Paulista (Unesp), a AstraZeneca, a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e a Fundação Bill e Melinda Gates.

Além da vacinação, a pesquisa prevê analisar eventuais efeitos adversos, além de testagem da população e sequenciamento genético do vírus. A previsão é de que o estudo dure oito meses. A publicação de resultados preliminares é esperada em breve.

Confira o avanço da vacinação no Brasil:

Com Agência Brasil

 

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)