Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Campanha de vacinação contra a gripe é prorrogada

Meta é imunizar 80% do grupo prioritário. Até agora, pouco mais da metade tomou a vacina

O Ministério da Saúde anunciou que a campanha de vacinação contra a gripe será prorrogada até atingir a meta de imunizar 80% do grupo prioritário para imunização. Até a quinta-feira, 21,3 milhões de pessoas tomaram a vacina, número que representa apenas 53,6% do objetivo estabelecido, de 49,6 milhões de pessoas. A princípio, a campanha acabaria nesta sexta-feira.

Fazem parte do grupo prioritário crianças de seis meses a menores de cinco anos, idosos com 60 anos ou mais, trabalhadores de saúde e do sistema prisional, povos indígenas, gestantes, mulheres até 45 dias após o parto e doentes crônicos (como obesos, diabéticos e pessoas com insuficiência cardíaca).

Leia também:

Vacinação contra a gripe começa nesta terça-feira “As pessoas se esqueceram de como algumas doenças são ruins”

Disponível desde 22 de abril nos postos de vacinação, a vacina oferece proteção contra três tipos do vírus influenza: o B, o H1N1 e o H3N2. “As pessoas devem procurar por um posto de saúde o quanto antes e não deixar para se vacinar nos últimos dias. A vacina demora cerca de quinze dias para fazer efeito e no período de frio aumentam as chances de contágio da doença”, disse o ministro da Saúde, Arthur Chioro.

O Ministério da Saúde garante que a vacina é segura e incapaz de desencadear uma gripe. Segundo a pasta, foram distribuídas 53,5 milhões de doses em todo o país.