Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bactéria que inflama córnea sobrevive em solução de lente de contato

Em estudo, organismo causador da ceratite microbiana resistiu por até quatro horas submerso em solução

A ceratite microbiana é uma inflamação causada por uma bactéria que ataca a córnea e que pode ter origem no uso de lentes de contato infectadas. Não por acaso, antes de utilizadas, as lentes precisam ser imersas em soluções que eliminem a bactéria. A eficácia desse produto foi posta em xeque em uma pesquisa apresentada nesta quarta-feira na Conferência Anual da Sociedade de Microbiologia Geral, na Inglaterra.

O estudo comandado por pesquisadores da Universidade de Liverpool e da Universidade Real de Liverpool, na Inglaterra, testou a eficácia da base utilizada nas soluções limpantes em diferentes estirpes da bactéria Pseudomonas aeruginosa, causadora da ceratite microbiana. Foram analisados nove casos clínicos da infecção relacionados ao uso de lentes. Na Inglaterra, essa infecção bacteriana causa, por ano, cerca de 6.000 casos de perda total ou quase total da visão.

Oito bactérias morreram após dez minutos de imersão no líquido. Uma estirpe mais resistente, porém, demorou quatro horas para morrer nas mesmas condições.

Leia também:

Chá verde previne doenças nos olhos

Vitamina C é essencial para a proteção de células do olho

Esse trabalho sugere que as soluções de lentes de contato podem não ser tão potentes no combate à Pseudomonas aeruginosa. “A ceratite microbiana pode ser devastadora para o paciente, por isso é importante que as soluções sejam realmente eficazes”, diz o líder do estudo, Craig Winstanley, professor de bacteriologia. Os autores acreditam que essa descoberta ajude no desenvolvimento de produtos mais eficientes.