Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Após semanas lotados, hospitais privados de SP têm queda nas internações

Apesar da melhora, cenário da pandemia continua grave no estado; foram 657 mortes nesta terça-feira, 13. No país ocorreram 3.808 óbitos na mesma data

Por Giulia Vidale Atualizado em 13 abr 2021, 20h38 - Publicado em 13 abr 2021, 18h22

A pandemia do coronavírus parece apresentar sinais de melhora no estado de São Paulo. Na sexta-feira, 9, o secretário da Saúde, Jean Gorinchteyn, revelou uma queda de 17,7% nas taxas de internação como um todo, em comparação com a semana anterior. Um levantamento realizado por VEJA nesta terça-feira, 13, com cinco hospitais privados da capital paulista revela uma tendência ainda mais forte.

No Hospital Albert Einstein, o número de pacientes internados pela Covid-19 caiu cerca de 30% na última semana. Em comparação com o dia 29 de março, a queda é de 45%. No Hospital Sírio-Libanês, a queda foi de 11,5% na última semana. Mas em comparação com o dia 22 de março, três semanas atrás, a redução foi de 32,5%.

Outros hospitais privados da cidade de São Paulo que notaram queda nas internações por Covid-19 são o Hcor, com redução de 27,5% no número de pacientes internados pela doença em comparação com uma semana atrás e de 35% nos últimos 14 dias; e o Hospital Nove de Julho, que registrou redução de 24% nas internações diárias pela Covid-19, quando comparada ao volume de internações registrado há três semanas.

No hospital Vila Nova Star não houve diminuição no volume de internações. Porém, foi observada redução de 50% no volume de atendimentos no pronto-socorro, no comparativo dos últimos 15 dias de março para este início de abril. Durante o todo o mês de março, 61% dos atendimentos do pronto-socorro foram sobre Covid-19. Já nesses primeiros 13 dias de abril, essa taxa caiu para 41%.

Segundo dados da Info Tracker, — plataforma de monitoramento da pandemia mantida pela Universidade de São Paulo (USP) em parceria com a Universidade Estadual Paulista (Unesp), nesta terça-feira, 13, a taxa de ocupação geral de leitos para Covid-19 na cidade de São Paulo é de 73,47%, o que significa uma queda de 15% em comparação com sete dias atrás.

Vale ressaltar que apesar da melhora, o cenário da pandemia na cidade de São Paulo, no estado e no Brasil ainda é grave. Nesta terça-feira, 13, foram confirmados 17.306 novos casos e 657 mortes pela Covid-19 no estado de São Paulo. No Brasil, foram 3.808 novos óbitos e 82.186 diagnósticos nas últimas 24 horas.

Acompanhe a vacinação no Brasil:

Continua após a publicidade
Publicidade