Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Anvisa cancelará registro de próteses mamárias francesas

Agência também determinou o recolhimento dos produtos que ainda estão na importadora

Por Da Redação 29 dez 2011, 21h45

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) anunciou nesta quinta-feira que vai cancelar o registro das próteses mamárias da empresa francesa PIP (Poly Implants Protheses). A decisão é motivada pelos testes divulgados pela governo francês recomendando a “retirada preventiva” dos implantes. As próteses estavam suspensas no Brasil desde abril de 2010, quando já havia sido constatado uma taxa de rupturas acima do normal.

Além do cancelamento do registro, a Anvisa determinará o recolhimento das próteses que ainda estão em posse da importadora do produto. Foram importadas, ao todo, 34.631 unidades – 24.534 foram comercializadas. Segundo a Anvisa anunciou em comunicado, as 10.097 próteses restantes serão recolhidas.

A Anvisa recomenda às pacientes que receberam implantes da PIP (quando a cirurgia é realizada, as pacientes recebem um documento indicando a marca usada) que procurem seus médicos para avaliar a necessidade da retirada ou não da prótese.

A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica recomenda que os médicos procurem as pacientes para realizar uma avaliação. Segundo o presidente eleito da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, José Horácio Aboudib, “não há motivo para pânico. As pacientes só precisam ser acompanhadas mais de perto.”

Continua após a publicidade

Publicidade