Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cinco problemas mais graves nos oceanos do que os canudos de plástico

Garrafas de plástico e suas tampinhas são os produtos que mais poluem o mar, de acordo com a ONG International Coastal Cleanup

- Garrafas de plástico e suas tampinhas
A ONG International Coastal Cleanup passou o ano de 2016 coletando milhões de itens descartados na costa dos cinco continentes. A conclusão foi que as garrafas de plástico e suas tampinhas são os produtos que mais poluem o mar — e não os canudos, eleitos os novos vilões do meio ambiente e recentemente vetados pela rede Starbucks e pela prefeitura do Rio de Janeiro.

- Bitucas de cigarro
O trabalho de coleta da International Coastal Cleanup encontrou 1,86 milhão de bitucas no oceano — 1 milhão delas na costa americana. Enfileiradas, elas formariam uma linha de 153 quilômetros de comprimento. As bitucas vêm logo depois das garrafas e tampas de plástico no ranking dos maiores poluidores dos mares.

- Embalagens de alimentos
No período da pesquisa, os analistas encontraram 762 000 embalagens de alimentos, principalmente de doces. A costa dos Estados Unidos novamente foi a mais afetada por esse tipo de descarte, seguida pela das Ilhas Cayman e da República Dominicana.

- Sacolas de supermercado
Apesar das campanhas por todo o mundo que estimulam o uso de sacolas de papel, as de plástico foram o quarto item mais presente nos oceanos. Recolheram-se 520 000 unidades, em sua maioria na costa de Gana, na África.

- Tampas de copos
As tampas plásticas de copos descartáveis, muito usadas quando se pede uma bebida “para levar”, são o quinto tipo de dejeto mais comum nos mares. Foram coletadas 419 000 no período pesquisado. Os canudinhos ficaram em sexto lugar, com 409 000 unidades recolhidas.

Publicado em VEJA de 18 de julho de 2018, edição nº 2591