Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

A moda da bebida dourada: leite e cúrcuma 

Cresce no Brasil o hábito de consumir o "leite dourado" para ter disposição, bem-estar e emagrecer  

Por Giulia Vidale - Atualizado em 4 maio 2018, 17h14 - Publicado em 4 maio 2018, 09h38

O golden milk, ou leite dourado, é um preparo com leite misturado à cúrcuma. Vendida nos Estados Unidos em quantidades garrafais, a bebida tem sido consumida sobretudo por quem pratica esportes, está em busca de disposição, bem-estar e emagrecimento. Os adeptos atestam que os efeitos podem ser reais.  De fato, isso pode ser verdadeiro.  

A especiaria tem pelo menos quatro propriedades fundamentais para o bom funcionamento do organismo. É antioxidante, analgésica, termogênica e anti-inflamatória. Há, inclusive, estudos com mostraram possíveis efeitos protetores para o Alzheimer. No Pub Med, o maior banco de dados científicos, há 4 438 pesquisas publicadas sobre a cúrcuma.

Também  conhecida como açafrão-da-terra, a cúrcuma é uma raiz cultivada desde a Antiguidade na Ásia. Ela é usada especialmente como tempero, dando sabor picante e ao mesmo tempo adocicado aos alimentos. No leite, o sabor forte se dissipa. As doses recomendadas são de uma colher de chá por dia. Além dessa quantidade pode fazer mal, agredindo o estômago e provocando alergias. 

Assine agora o site para ler na íntegra esta reportagem e tenha acesso a todas as edições de VEJA:

Publicidade

Ou adquira a edição desta semana, a partir desta sexta-feira, 4 de maio de 2018, para iOS e Android.
Aproveite: todas as edições de VEJA Digital por 1 mês grátis no Go Read.

Publicidade