Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Papa nomeia ativista gay para comissão do Vaticano

Juan Carlos Cruz, vítima de abuso na Igreja, será membro de instituição que lida com os escândalos de pedofilia

Por Adriana Dias Lopes Atualizado em 25 mar 2021, 12h12 - Publicado em 25 mar 2021, 12h00

O papa Francisco nomeou o jornalista chileno Juan Carlos Cruz como membro da Pontifícia Comissão para a Proteção de Menores. A instituição, que é ligada à Cúria Romana, foi criada pelo pontífice em 2014 para lidar com os escândalos de abuso sexual infantil na Igreja Católica.

Cruz foi vítima de abusos cometidos pelo ex-padre chileno Fernando Karadima, considerado culpado em 2011 pela Igreja por abusar sexualmente de menores durante as décadas de 80 e 90.  Ele declarou ser homossexual e já criticou o documento da Congregação para a Doutrina da Fé, que afirma que a Igreja não pode abençoar casais do mesmo sexo.

Publicidade