Witzel diz que expectativa é de vitória; Paes está otimista com pesquisas

Líder nas pesquisas, Witzel manifestou desejo de governar ao lado de Bolsonaro; ex-prefeito do Rio acredita em virada devido à 'curva ascendente'

Por Da Redação - Atualizado em 28 out 2018, 14h07 - Publicado em 28 out 2018, 14h05

Líder nas pesquisas de intenção de voto na eleição do governo do estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC) disse que a expectativa é de vitória, ao chegar para votar, no bairro do Grajaú, na zona norte do Rio. O candidato, nos últimos dias de campanha, perdeu espaço para o adversário Eduardo Paes (DEM), segundo as pesquisas.

“No primeiro turno nos surpreendemos positivamente. Nesse segundo turno não vai ser diferente. Espero o fechamento das urnas, que é a melhor pesquisa que tem”, afirmou.

Embora não tenha recebido o apoio do candidato à presidência do PSL, Jair Bolsonaro, Witzel disse preferir que, caso saia vitorioso, governe ao lado de Bolsonaro. “Independentemente disso, nosso projeto é de reestruturação da economia do estado. Ainda que tenhamos que manter a lei de recuperação fiscal, têm alternativas para atrair novos investimentos”, disse o candidato acrescentando que aposta no lançamento de uma concorrência internacional para realizar obras de infraestrutura que gerem emprego e estimulem a economia.

‘Nossa curva é ascendente’, afirma Eduardo Paes

Eduardo Paes conversou rapidamente com jornalistas ao chegar para votar no Gávea Country Club, na zona sul do Rio de Janeiro, e afirmou estar animado com o resultado. “Tenho certeza que hoje a gente vai ter essa virada”, disse. Paes chegou ao local de votação acompanhado da mulher, de seus dois filhos e do vice, Comte Bittencourt (PPS).

Publicidade

O ex-prefeito carioca destacou, ainda, os resultados das últimas pesquisas de intenção de voto, nas quais o candidato do DEM diminuiu a vantagem para Wilson Witzel. “As pesquisas mostraram que a nossa curva é ascendente e a curva do adversário [Wilson Witzel] é descendente”, declarou. “O povo do nosso estado vai saber escolher aquele que tem condições, capacidade de tocar o nosso estado”, acrescentou.

Segundo pesquisa Ibope, divulgada na noite deste sábado (27) Paes tem 46% dos votos válidos, contra 54% de Witzel. Em dez dias, a diferença entre os candidatos, que era de vinte pontos porcentuais caiu para oito — a margem de erro é dois pontos porcentuais para mais ou para menos.

O Ibope ouviu 2.002 eleitores entre os dias 25 e 27 de outubro. A pesquisa, encomendada pela TV Globo e jornal O Globo, está registrada no TRE-RJ sob o número RJ-00213/2018

(com Estadão Conteúdo)

Publicidade