Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Temer promete levar queixas de PMDB ao Planalto

Peemedebistas rebelados com o governo se reuniram com o vice-presidente em Brasília

O presidente da República em exercício, Michel Temer (PMDB), prometeu, nesta terça-feira, encaminhar as queixas dos peemedebistas rebelados à presidente Dilma Rousseff. Temer se reuniu com 26 dos 53 parlamentares que assinaram um manifesto para reivindicar mais espaço no governo. Eles também temem que o PT use a máquina federal para impulsionar candidatos a prefeito nas eleições deste ano. O PMDB é o partido que mais detém prefeituras hoje em dia – são 1.177 – e alguns de seus quadros temem que esse número possa ser drasticamente reduzido.

Temer não reprimiu o protesto, pelo contrário. Disse que levará o pleito ao Planalto e prometeu marcar encontro entre líderes do PMDB e a ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann. Segundo o presidente do PMDB, Valdir Raupp, o manifesto foi “perfeitamente” aceito por Temer.

O líder do partido na Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN), pedirá que toda bancada assine o documento nesta quarta-feira. Ainda não firmaram o texto 23 deputados. Ele negou, no entanto, que a rebelião afetará as votações de projetos do governo no Congresso Nacional: “Queremos discutir, debater e questionar. Mas, na hora de votar questões cruciais para o país e para o governo, nós o faremos.”

Ficou acertado no encontro que os movimentos do PT de olho nas eleições municipais serão discutidas no encontro nacional do partido, marcada para 17 de maio. Num dos trechos do manifesto transparece a principal preocupação dos peemedebistas: “O PT se prepara com ampla estrutura governamental para tirar do PMDB o protagonismo municipalista e assumir seu lugar como o maior partido com base municipal do país.” O PMDB quer lançar candidatura própria em mais de 3.000 cidades, sendo 22 capitais.

O deputado Osmar Terra (PMDB-RS) disse que o governo é de partido único e que os aliados são meros “figurantes”. “Ficamos sabendo de programas do governo pelo jornal”, disse. “Só deputados do PT levam as boas notícias para os municípios, já preparando seus candidatos para derrotar os nossos.”