Clique e assine a partir de 8,90/mês

Temer desiste de ir a evento de Gilmar Mendes e da oposição em Portugal

Vice-presidente decidiu cancelar a viagem para intensificar as conversas referentes ao encontro do Diretório Nacional do PMDB onde decidirão sobre possível desembarque do governo Dilma

Por Da Redação - 24 mar 2016, 13h02

O vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), decidiu na manhã desta quinta-feira cancelar a viagem que faria a Portugal, no início da próxima semana. Na ocasião, Temer participaria de evento em Lisboa, promovido por um instituto ligado ao ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, o Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP), em parceria com na Universidade de Lisboa, e que também tem na lista de participantes lideranças da oposição, como o presidente do PSDB, senador Aécio Neves e o senador José Serra.

De acordo com a assessoria da vice-presidência, Temer cancelou a viagem para intensificar as conversas referentes ao encontro do Diretório Nacional do PMDB, previsto para ocorrer na próxima terça-feira. Na reunião da cúpula do PMDB, integrantes da legenda deverão decidir sobre um possível desembarque do governo Dilma.

LEIA TAMBÉM:

Líderes da oposição pedem que PGR investigue Lula, Dilma e ministros por obstrução da Justiça

Nos últimos dias, Temer tem sofrido forte pressão dos ministros do partido e lideranças, como o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB), e do líder do PMDB na Câmara, Leonardo Picciani, para adiar a reunião do Diretório para o próximo dia 12. A estratégia da ala do PMDB mais próxima do governo é de ganhar tempo para tentar conseguir ampliar o apoio contra a debandada.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade