Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Réu por apologia ao estupro, Bolsonaro será interrogado em abril

O deputado e presidenciável responde a duas ações penais por dizer que não estupraria a deputada Maria do Rosário porque ela 'não merece'

Por Marcela Mattos 27 fev 2018, 13h00

Réu em duas ações penais por injúria e apologia ao crime de estupro, o deputado federal e presidenciável Jair Bolsonaro foi intimado nesta segunda-feira a prestar depoimento no processo a que responde no Supremo Tribunal Federal (STF). A decisão foi do ministro Luiz Fux, relator do caso.

Fux agendou para o dia 4 de abril o interrogatório de Bolsonaro. A oitiva será realizada na sala de audiências do STF e comandada pelo juiz Bruno Jacoby de Lamare.

Na decisão, Fux ressalta que Bolsonaro poderá ser intimado tanto no Congresso Nacional quanto em qualquer outro lugar em que seja encontrado pelo oficial de Justiça – se ele não for encontrado, a intimação se dará por edital. O parlamentar também tem a possibilidade de se recusar a comparecer ao interrogatório. Neste caso, a audiência será considerada realizada.

Jair Bolsonaro foi denunciado pelo Ministério Público por incitar publicamente a prática do crime de estupro ao dizer que não iria estuprar a deputada Maria do Rosário (PT-RS) porque ela não merecia. Ao jornal Zero Hora, o deputado ainda reafirmou a declaração e justificou que a petista é “muito feia”.

“Ao dizer que não estupraria a deputada porque ela não ‘merece’, o denunciado instigou, com suas palavras, que um homem pode estuprar uma mulher que escolha e que ele entenda ser merecedora do estupro”, disse a vice-procuradora Elo Wiecko ao apresentar a denúncia.

Bolsonaro está em viagem ao Japão como parte da agenda de pré-candidato à presidência da República. Ele ainda não se manifestou se pretende comparecer à audiência.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)