Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Renan Calheiros integrará Conselho de Ética do Senado

Parlamentar de Alagoas foi alvo de cinco representações no colegiado

Por Da Redação 26 abr 2011, 15h10

Alvo em 2007 de cinco representações no Conselho de Ética do Senado, o líder do PMDB, senador Renan Calheiros (AL), será membro titular desse colegiado, que está desativado há dois anos. O nome dos quinze novos integrantes será oficializado ainda nesta terça-feira, no início da sessão do plenário, com a leitura da relação de nomes indicados pelos líderes dos partidos.

Além de Renan, o PMDB será representado no conselho pelos senadores João Alberto Souza (MA), Romero Jucá (RR) e Lobão Filho (MA), que assumiu o mandato com a nomeação de seu pai, Edison Lobão, para o cargo de ministro das Minas e Energia.

Os demais integrantes do Conselho de Ética do Senado são, pelo PT, os senadores Humberto Costa (PE), Wellington Dias (PI) e José Pimentel (CE); pelo PSDB, os senadores Mário Couto (PA) e Cyro Miranda (GO); além dos senadores Gim Argello (PTB-DF); Jayme Campos (DEM-MT); Vicentinho Alves (PR-TO); Ciro Nogueira (PP-PI); Acir Gurgacz (PDT-RO) e Antonio Carlos Valadares (PSB-SE).

VEJA – 13 de junho de 2007: “Dinheiro era sempre com Cláudio”

(Com Agência Estado)

Continua após a publicidade
Publicidade