Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

PT sobre insistência de Molon: ‘Pode levar até a rompimento com Freixo’

Presidente do partido no Rio, João Mauricio de Freitas afirma que acordo precisa ser respeitado pelo PSB; direções nacionais conversam na próxima segunda

Por Caio Sartori Atualizado em 24 jun 2022, 16h17 - Publicado em 24 jun 2022, 12h31

Um dos principais ruídos da aliança nacional entre PT e PSB, a insistência do pessebista Alessandro Molon em manter a candidatura ao Senado pelo Rio de Janeiro incomoda há tempos o partido de Lula. Agora, a irritação parece ter chegado a seu paroxismo. “Se Molon não retirar a candidatura, haverá sérias consequências na aliança”, diz a VEJA o presidente do PT-RJ, João Mauricio de Freitas

No terceiro maior colégio eleitoral do país e berço do bolsonarismo, a chapa tem o petista André Ceciliano para o Senado e Marcelo Freixo, correligionário de Molon, como candidato a governador. “As consequências podem ser até um rompimento da aliança com Freixo. Não aceitamos dois candidatos ao Senado. O acordo entre as direções dos partidos precisa ser respeitado”, acrescenta Joãozinho, como é conhecido o dirigente.

.
André Ceciliano, Joãozinho e Marcelo Freixo. Reprodução/Instagram

Uma reunião entre os comandos nacionais das siglas está marcada para a próxima segunda-feira, mas não versará apenas sobre o Rio. Há ainda empecilhos em estados como São Paulo, Rio Grande do Sul e Espírito Santo, por exemplo. 

Enquanto isso, Lula prepara uma nova ida ao Rio para os dias 6 e 7 de julho. Um ato público está sendo desenhado para formalizar o palanque dele em terras fluminenses, mas o turbilhão dos bastidores deixa no ar mais dúvidas do que certezas. Outro movimento recente no jogo foi o aceno do prefeito Eduardo Paes (PSD), que tem como candidato ao governo o advogado Felipe Santa Cruz, ao presidenciável do PT. 

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)