Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Primos de ex-prefeito são presos por atentado contra atual gestor de Paraty

Carlos José Gama Miranda levou um tiro quando deixava o prédio da prefeitura, em maio deste ano

Dois primos do ex-prefeito de Paraty (RJ) José Carlos Porto Neto – o Zezé – foram presos nesta terça-feira por suspeita de comandar o atentado contra o atual administrador da cidade, Carlos José Gama Miranda, e o servidor público municipal Sérgio José Miranda, em maio.

A medida foi resultado de uma operação do Ministério Público Federal (MP) com a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense. Segundo as investigações, Jorge Porto Júnior, conhecido como “Romarinho”, e Glicélio Porto, chamado de “Buda”, teriam praticado o crime por motivação política.

O prefeito foi atingido por volta das 19 horas do dia 19 de maio, quando deixava a prefeitura na companhia de Sérgio José, no bairro Pontal. Os dois foram alvejados na cabeça por um motoqueiro que os aguardava do lado de fora do prédio e fugiu após os disparos. O homem foi identificado, pela perícia técnica realizada pela Divisão de Evidências Digitais e Tecnologia da Coordenadoria de Segurança e Inteligência, como José Carlos Godoy Bustamante, preso temporariamente no dia 21 de julho.

Após a prisão de Bustamante, as investigações prosseguiram para a identificação dos mandantes do crime. A partir da análise de imagens captadas por câmeras de segurança de diversos estabelecimentos da cidade, da oitiva de testemunhas, bem como das informações prestadas pelo executor do delito, foi constatado o envolvimento dos irmãos “Romarinho” e “Buda” no crime.

(Com Estadão Conteúdo)