Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

PGR abre procedimento para apurar vídeo de Gleisi à Al Jazeera

Órgão tem 30 dias para decidir se abrirá inquérito após representação de deputado

A Procuradoria-Geral da República (PGR) abriu um procedimento para decidir se investigará a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) em virtude de um vídeo enviado por ela à emissora Al Jazeera, a maior de língua árabe, que provocou críticas de opositores ao PT nas redes sociais e no Congresso Nacional.

A chamada “Notícia de Fato” é uma etapa preliminar, em que a PGR certifica que recebeu uma representação e indica algum integrante do órgão que faça “um procedimento prévio para coleta de informações preliminares e deliberação sobre uma eventual instauração de procedimento investigatório”. O prazo para conclusão dos trabalhos é de 30 dias.

O pedido contra a senadora foi apresentado pelo deputado Major Olímpio (PSL-SP). Para ele, as declarações da petista, que se dirigiu “ao mundo árabe” para dizer que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) “foi condenado por juízes parciais em um processo ilegal” e é um “preso político”, feriram a Lei de Segurança Nacional.

Na gravação, a senadora petista também argumenta que Lula foi o presidente brasileiro que estreitou as relações diplomáticas entre o Brasil e o Oriente Médio.

Em reação, a senadora Ana Amélia (PP-RS) disse esperar que o vídeo de Gleisi “não tenha sido para convocar o Exército Islâmico [sic] pra vir ao Brasil fazer as operações de proteção ao partido que perdeu o poder e agora parece ter perdido a compostura e o respeito e o apoio popular”.

Da tribuna do Senado, Gleisi Hoffmann explicou que deu entrevistas à veículos jornalísticos de vários países do mundo, como Inglaterra, França e Portugal, e que a reação de sua aparição na emissora do Catar é “xenofobia contra o povo árabe”.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. EDER JOFRE DIAS

    Ela simplesmente liberou as células que estão adormecidas em todo o mundo, haja visto que os
    terroristas, estão locados em vários países, esperando somente o despertar.

    Curtir

  2. Democrata Cristão (Liberdade de Expressão é meu direito CF 88 art 5 e art 220)

    “EUA inclui jornalista da Al-Jazeera em lista negra do terrorismo”(G1)
    LEMBRANDO:
    Art. 6º – Entrar em entendimento ou negociação com govêrno estrangeiro ou seus agentes, a fim de provocar guerra ou atos de hostilidade contra o Brasil;
    Pena – reclusão, de 5 a 15 anos.
    Art. 8º – Aliciar indivíduos de outra nação para que invadam o território brasileiro, seja qual for o motivo ou pretexto.
    Pena: reclusão, de 4 a 20 anos.
    Parágrafo único – Verificando-se a invasão.
    Pena: reclusão, de 6 a 30 anos.
    Art. 12 – Formar, integrar ou manter associação de qualquer título, comitê, entidade de classe ou agrupamento que, sob a orientação ou com o auxílio de governo estrangeiro ou organização internacional, exerça atividades prejudiciais ou perigosas à Segurança Nacional.
    Pena: reclusão, de 1 a 5 anos.
    Art. 14 – Divulgar, por qualquer meio de comunicação social, notícia falsa, tendenciosa ou fato verdadeiro truncado ou deturpado, de modo a indispor ou tentar indispor o povo com as autoridades constituídas.
    Art. 21 – Tentar subverter a ordem ou estrutura político-social vigente no Brasil, com o fim de estabelecer ditadura de classe, de partido político, de grupo ou indivíduo.
    Pena: reclusão, de 2 a 12 anos.
    Art. 23 – Praticar atos destinados a provocar guerra revolucionária ou subversiva.
    Pena: reclusão, de 2 a 12 anos.
    Parágrafo único – Se, em virtude deles, a guerra sobrevém.
    Pena: reclusão, de 8 a 30 anos.
    Art. 36 – Incitar:
    I – à guerra ou à subversão da ordem politico-social;
    II – a desobediência coletiva às leis;
    III – à animosidade entre as Forças Armadas ou entre estas e as classes sociais ou as instituições civis;
    IV – à luta pela violência entre as classes sociais;
    V – à paralisação de serviços públicos, ou atividades essenciais;
    VI – ao ódio ou à discriminação racial.
    Pena: reclusão, de 2 a 12 anos.
    Parágrafo único – Se, do incitamento, decorrer lesão corporal grave ou morte.
    Pena: reclusão, de 8 a 30 anos.

    Curtir