Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

PF faz operação contra o tráfico e busca apreender 47 aeronaves

Justiça também autorizou o sequestro de 13 fazendas; segundo investigação, grupo é especializado em tráfico aéreo para EUA e Europa

A Polícia Federal realiza, na manhã desta quinta-feira, 21, a operação Flak, contra uma quadrilha especializada em tráfico de drogas pela via aérea, com transporte para os Estados Unidos e para a Europa. Ao todo, o órgão busca cumprir 54 mandados de prisão, 81 de busca e apreensão e o sequestro de bens e imóveis – entre estes, 47 aeronaves de posse dos investigados.

A apuração apontou um mínimo de 23 voos realizados em 2017 e 2018, quando foram “exportados” cerca de 400 quilos de cocaína em cada – um total portanto, apenas nesses dois anos, de 9,2 toneladas da droga. A ação tem o apoio da Força Aérea Brasileira (FAB) e da Polícia Militar de Goiás.

Até as 10h, a PF já havia realizado 23 prisões, incluindo a de João Soares Rocha, apontado como chefe da quadrilha.

As determinações da Justiça incluem, ainda, o sequestro de treze fazendas, com um total de 10.000 cabeças de gado e o bloqueio das contas bancárias de 100 pessoas. Segundo a PF, os investigados serão instados a responder por crimes relacionados ao tráfico de drogas (tráfico nacional, associação e financiamento), organização criminosa, lavagem de dinheiro e atentado contra a segurança do transporte aéreo.

O operação da operação, “Flak”, é uma referência a uma expressão da Segunda Guerra Mundial, segundo o órgão. É uma homenagem à referência que os países aliados utilizavam contra a artilharia antiaérea da Alemanha nazista.