Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Pergunte ao candidato

Envie sua pergunta pelo whatsapp (11-9-99485558) ou pelo site de VEJA

Por Da redação Atualizado em 25 out 2016, 15h11 - Publicado em 23 ago 2016, 13h08

Belém

DÚVIDA DO ELEITOR (enviada em 28/08)
Candidato Edmilson Rodrigues, o senhor foi declaradamente contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff e quer disputar uma eleição numa cidade onde ela perdeu, nas eleições de 2014. Como espera ter o apoio do eleitorado majoritariamente favorável ao impeachment?

RESPOSTA DO CANDIDATO
belem-edmilson-rodrigues-psolEdmilson Rodrigues 
(Psol-PA)

Procurado, o candidato não quis responder.

 

DÚVIDA DO ELEITOR (enviada em 28/08)
Candidato Zenaldo Coutinho, sou agente comunitário de saúde e somos a única categoria da prefeitura que não recebe vale alimentação mesmo tendo 8 horas diárias de trabalho. Em seus quase 4 anos de governo não tivemos essa garantia constitucional, podemos esperar uma mudança caso o senhor se reeleja?

RESPOSTA DO CANDIDATO
Belem-zenaldo-coutinhoZenaldo Coutinho 
(PSDB-PA)

Os Agentes Comunitários de Saúde são regidos pela Lei Federal n° 11.350 de 2006, que estabelece as normativas para o exercício das atividades da categoria, como área de atuação, capacitação, seleção e a remuneração. Entendo a sua angústia. Mas, a gestão celebrou um Termo de Concretização de Direitos Humanos junto ao Ministério Público do Trabalho e o sindicato da categoria e vem cumprindo todos os seus termos e tudo aquilo que é estabelecido em lei.

Boa Vista

DÚVIDA DO ELEITOR (enviada em 02/09)
Candidata Teresa Surita, gostaria de saber se pretende, caso reeleita, cumprir a promessa feita na campanha passada de baixar o IPTU e tirar o imposto das igrejas evangélicas?

RESPOSTA DA CANDIDATA
boa-vista-teresa-surita-pmdb
Teresa Surita (PMDB-RR)

Os questionamentos feitos sobre IPTU e impostos sobre igrejas não procedem. A prefeita Teresa Surita, na época candidata, não prometeu nada relacionado a estes postos, até porque, na época, a cidade estava completamente abandonada e precisando de recursos para a sua reconstrução. Logo, seria irresponsável gerar este tipo de expectativa. Outro ponto que tem que ser lembrado é que qualquer renúncia de receita dentro do poder público pode ser enquadrado na Lei de Responsabilidade Fiscal, gerando sérios problemas ao gestor público que adota essas condutas.

Fortaleza

DÚVIDA DO ELEITOR (enviada em 24/08)
Candidato Roberto Cláudio, as hortas públicas sociais continuarão a e ser expandidas para cada bairro em Fortaleza?

RESPOSTA DO CANDIDATO

fortaleza-roberto-claudio-pdtRoberto Cláudio (PDT-CE)
Hoje já temos duas destas hortas que garantem geração de renda para idosos, ao mesmo tempo em que nos dá lastro no programa de segurança alimentar da prefeitura. Queremos aumentar progressivamente e, de início, garantir que teremos pelo menos uma horta social em cada Regional. Seguramente, pelo êxito do programa, deveremos buscar condições objetivas de expansão.

Salvador

DÚVIDA DO ELEITOR (enviada em 26/08)
Candidato ACM Neto, no bairro histórico de Itapuã não é possível respirar sem muriçocas entrarem no seu nariz. Além disso, o transporte de ônibus é falho: os coletivos levam cerca de uma hora para passar. Quero saber se vai arrumar isso antes das eleições. E se manterá as soluções.

RESPOSTA DO CANDIDATO
salvador-acm-neto-demACM Neto 
(DEM-Bahia)

Parece exagerada a denúncia de que, em Itapuã, se respire muriçocas, embora a estrutura ambiental deste bairro, onde há charcos e terrenos pantanosos e arbustivos, favoreça a proliferação de mosquitos. Mas, de qualquer maneira, as equipes do controle vetorial do Centro de Controle de Zoonose do município fazem frequentemente o uso do carro de borrifação de UBV na região, o que vem atenuando o problema, enquanto estudamos uma solução definitiva.

Quanto ao transporte de ônibus, hoje existe uma maior oferta de linhas nessa região da cidade. Por sinal, a Prefeitura disponibiliza um aplicativo aos usuários, o CittaMobi, que lhes permite o acompanhamento do deslocamento dos ônibus e o tempo de chegada na localidade desejada. Por meio do dispositivo é possível também fazer reclamações de atrasos. Toda a frota possui GPS e é monitorada por uma central de controle e não há registro de frequência de atrasos de tal ordem no bairro. De qualquer maneira, o objetivo da nossa gestão é sempre corrigir os problemas apontados pelos cidadãos de Salvador.

Além disso, por causa do reconhecimento da importância histórica e cultural de Itapuã, a nova legislação urbana do Município (PDDU e LOUOS), recém aprovada, cria a Zona de Interesse Turístico de Itapuã, definindo parâmetros para seu desenvolvimento, o que indica bem o propósito de ter aí uma área diferenciada, com adequado padrão de qualidade e serviços para todo o bairro.

O Projeto Orla do trecho Itapuã – Stella Maris – Ipitanga aguarda a assinatura do contrato de financiamento do Prodetur Salvador para ser implantado, nos mesmos padrões da nova Orla de toda Salvador.

DÚVIDA DO ELEITOR (enviada em 29/08)
Candidata Alice Portugal, por que a senhora é contra o juiz Sergio Moro e a operação Lava Jato?

RESPOSTA DA CANDIDATA
salvador-alice-portugal-pcdob
Alice Portugal (PCdoB-BA)

Procurada, a candidata não quis responder.

São Luís

DÚVIDA DO ELEITOR (enviada em 28/08)
Candidatos Edivaldo Holanda Jr. e Wellington do Curso, quais suas propostas em relação ao aumento abusivo das taxas de embarque do transporte público coletivo em São Luís?

RESPOSTA DOS CANDIDATOS
sao-luis-edivaldo-holanda-jr-pdt
Edivaldo Holanda Jr. (PDT-MA)

Procurado, o candidato não quis responder.

 

sao-luis-welington-do-curso-ppWellington do Curso (PP-MA)

O transporte é um direito social e nós compreendemos isso. Por assim ser, é lamentável que tenhamos uma tarifa tão cara se comparada à qualidade do serviço que é ofertada, além dos constantes aumentos nas tarifas. Isso é uma maldade com a população, sobretudo a mais carente.

Nós não conseguimos encarar isso com normalidade. Em nosso Plano de Governo, inclusive, defendemos a realização dos estudos de viabilidade da concessão de passe livre estudantil para alunos da rede pública e rede privada de baixa renda, proporcionando um conjunto de valores subsidiados para o custeio da passagem de ida e retorno à escola, nos dias úteis;

Nós defendemos ainda a Tarifa Social, como uma possibilidade de se ter a tarifa reduzida de transporte público municipal aos domingos e feriados oficiais.

Quanto à tarifa em si, é necessário que haja estudos técnicos que evidencie a viabilidade e necessidade de a Prefeitura subsidiar essa tarifa. A população não pode arcar com o custo sozinha. Nós compreendemos isso.

São Paulo

DÚVIDA DO ELEITOR (enviada em 22/08)
Minha pergunta vai para o candidato Celso Russomanno: O que ele pretende fazer em relação às velocidades das maginais Tietê e Pinheiros: voltará com os limites de 90 km/h e 70 Km/h ou manterá o que Haddad implantou?

RESPOSTA DO CANDIDATO
sao-paulo-celso-russomanno-prbCelso Russomanno (PRB-SP)
Os dados que indicam redução no número de mortes no trânsito após a redução da velocidade são falsos. Portanto vou, sim, elevar o limite nas marginais.

 

DÚVIDA DO ELEITOR (enviada em 09/09)
Gostaria de saber quais são os projetos de Doria para mobilidade urbana de deficientes físicos, principalmente nas áreas mais remotas da cidade de São Paulo.

RESPOSTA DO CANDIDATO
João Doria (PSDB-SP)
Não haverá distinção entre a região central e o que você chama de “áreas mais remotas da cidade de São Paulo”. Cada uma das 32 sub prefeituras será transformada em Prefeitura Regional. Ela ficará encarregada de reformar as calçadas (o que beneficiaria tanto as pessoas com deficiência com as sem deficiência) e de implantar a política de acessibilidade na área sob sua responsabilidade. A pessoa com deficiência terá uma atenção que irá além da implantação de rampas nas calçadas, nos prédios e no comércio. A política de mobilidade e de acessibilidade (ainda que executada e implantada pelas Prefeituras Regionais), estará a cargo da Secretaria da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida. Essa política prevê adequar toda a rede de transportes às necessidades da pessoa com deficiência a fim de facilitar seu acesso aos ônibus, ao metrô e aos trens. O pessoal da Guarda Civil Metropolitana e outros agentes públicos serão capacitados a lidar com os cidadãos com mobilidade reduzida. .

DÚVIDA DO ELEITOR (enviada em 09/09)
Será feita alguma revisão no modelo de ciclofaixas/ciclovias e também na redução de velocidade aplicada nas vias da capital?

RESPOSTA DO CANDIDATO
João Doria (PSDB-SP)
As ciclovias bem planejadas (sobretudo as que ocupam os canteiros centrais das avenidas) serão mantidas e sua sinalização, melhorada. As ciclovias pintadas sobre as calçadas, de forma improvisada, serão eliminadas. As ciclovias com baixa utilização, sobretudo aquelas que prejudicam o comércio de rua em todos os bairros da cidade terão seus casos estudados e poderão, também, ser eliminadas.

DÚVIDA DO ELEITOR (enviada em 30/08)
Eu queria saber se Haddad tem, nessa eleição, algum projeto além de fazer ciclovias que começam e terminam no meio do nada.

Continua após a publicidade

RESPOSTA DO CANDIDATO
Fernando Haddad (PT-SP)
As ciclovias da cidade de São Paulo não começam e terminam no meio do nada. A premissa está equivocada. Hoje temos um programa municipal de mobilidade urbana, que inclui faixas de ônibus, ciclovias, calçadas mais seguras para pedestres, segurança no trânsito e ações para a melhoria nos congestionamentos. Em meu governo, fizemos mais de 350 quilômetros de ciclovias até o momento. A ciclovia é uma mudança de cultura difícil, pois ela vem antes do ciclista. Sem ciclovia, ninguém se sente seguro para andar de bicicleta. Desde que começamos a expandir as vias para bicicletas, houve aumento de 66% no número de ciclistas e queda de 34% no número de mortes de ciclistas. Entendo que temos de estimular cada vez mais o uso das ciclovias na cidade. Não descarto falhas pontuais, mas estou muito satisfeito em ter investido em um modal de transporte que é barato e salva vidas.

DÚVIDA DO ELEITOR (enviada em 09/09)
Minha pergunta vai para Doria, Marta e Haddad: o que fará efetivamente para São Paulo ser uma Cidade limpa?

RESPOSTA DO CANDIDATO
João Doria (PSDB-SP)
Vamos melhorar a coleta seletiva e ampliar a Rede de Ecopontos — que são os postos de recepção do lixo reciclável espalhados pela cidade. Vamos, também, promover campanhas educacionais com o objetivo de sensibilizar a população para a necessidade de cada um fazer sua parte na limpeza pública. Mas esse é apenas um dos pontos de nossas proposta. Vamos, também, melhorar a qualidade dos serviços de varrição das ruas e de coleta do lixo para que São Paulo volte a ser reconhecida como uma cidade limpa. Por intermédio das Prefeituras Regionais tornaremos mais rigorosa e eficaz a fiscalização sobre as firmas responsáveis pelos serviços de limpeza. Os contratos dessas empresas, que têm validade de 20 anos, serão revistos caso isso se mostre necessário. Será dedicada uma atenção especial aos serviços de remoção de entulhos, de coleta dos resíduos das feiras livres, de lavagem das ruas e de desobstrução de bueiros e bocas de lobo. Também haverá o aumento do número e a melhoria da higienização e manutenção das lixeiras públicas.

RESPOSTA DO CANDIDATO
Marta Suplicy (PMDB-SP)
Procurada, a candidata não quis responder.

 

RESPOSTA DO CANDIDATO
Fernando Haddad (PT-SP)
Procurado, o candidato não quis responder.

 

 

DÚVIDA DO ELEITOR (enviada em 09/09)
Minha pergunta vai para Doria, Marta e Haddad: como transformar a saúde pública em prioridade máxima? 

RESPOSTA DO CANDIDATO
João Doria (PSDB-SP)
A saúde será prioridade em nosso governo. Merecerá atenção especial desde o primeiro dia de mandato. O foco será a prevenção. Vamos investir em programas que previnam o surgimento de doenças e, também, que facilitem o diagnóstico precoce do câncer de mama, do câncer de próstata, das doenças oculares e de uma série de patologias cujo tratamento é mais eficaz se iniciado mais cedo. Todos os dados sobre a saúde do paciente ficarão armazenados e, acionados por um cartão, estarão disponíveis a cada consulta. Mas existem problemas que precisam ser atacados desde o primeiro dia. É fundamental, por exemplo, acabar com a fila de pessoas à espera de exames solicitados pela rede da prefeitura. Vamos criar o Corujão da Saúde. Por esse programa, a prefeitura pagará par a realizar os horários ociosos da noite e da madrugada na rede particular de hospitais e laboratórios. Com isso, em pouco tempo, resolveremos o problema dos que esperam há meses na fila por um exame. Vamos melhorar a qualidade do atendimento nas AMAs, nas UPAs e em todas as unidades de saúde da Prefeitura. Além de reformar e modernizar as instalações, é fundamental valorizar os profissionais da área. Vamos ampliar o quadro de médicos e de profissionais de saúde, estender o horário de atendimento nos postos. Cada uma das 32 Prefeituras Regionais contará com uma unidade móvel — que levará atendimento especializado a todos os pontos da cidade. Além disso, faremos um investimento pesado em telemedicina, permitido que cada pessoa possa ter seus exames feitos e seus exames feitos já na primeira vez que procurar uma unidade se saúde em busca de atendimento.

RESPOSTA DO CANDIDATO
Marta Suplicy (PMDB-SP)
Procurada, a candidata não quis responder.

 

RESPOSTA DO CANDIDATO
Fernando Haddad (PT-SP)
Procurado, o candidato não quis responder.
DÚVIDA DO ELEITOR (enviada em 09/09)
Minha pergunta vai para Doria, Marta e Haddad: o que fará para que os professores tenham condições de transformarem seus alunos em cidadãos éticos e humanizados? 

RESPOSTA DO CANDIDATO
João Doria (PSDB-SP)
Nossa prioridade é a qualidade da educação. Isso significa que os programas e as políticas que deram certo em gestões anteriores serão mantidos e melhorados. Os CEUS que estão em construção e aqueles que estão no papel serão concluídos e novas unidades serão feitas onde se mostrarem necessárias. Mais importante do que a construção dos prédios, no entanto, é aquilo que será oferecido aos estudantes e aos professores. Nossa ideia é levar o padrão CEU a toda a rede municipal. Isso só será possível se os professores e demais profissionais responsáveis pela educação contarem com programas permanentes de capacitação, atualização e qualificação. Também precisamos dedicar atenção especial à ges tão das escolas, investindo e valorizando os profissionais responsáveis por esse trabalho.

RESPOSTA DO CANDIDATO
Marta Suplicy (PMDB-SP)
Procurada, a candidata não quis responder.

 

RESPOSTA DO CANDIDATO
Fernando Haddad (PT-SP)
Procurado, o candidato não quis responder.

 

 

DÚVIDA DO ELEITOR (enviada em 09/09)
Minha pergunta vai para Doria, Marta e Haddad: quando integrantes da Guarda Civil Metropolitana terão suas atividades exclusivamente de segurança da população e não meros administrativos de arrecadadores de multas?

RESPOSTA DO CANDIDATO
João Doria (PSDB-SP)
Posso assegurar que, em nossa administração, nenhum integrante da Guarda Civil Metropolitana será escalado para aplicar multas de trânsito. Essa história de Guardas que ficam sobre viadutos ou atrás de pilastras, com as pistolas eletrônicas para flagrar possíveis irregularidades vai acabar. Quem cuidará de trânsito em São Paulo será a CET. Todo o efetivo da Guarda Civil estará voltado para a segurança da população, sempre trabalhando em sintonia com a Polícia Militar, e para a proteção ao patrimônio público.

RESPOSTA DO CANDIDATO
Marta Suplicy (PMDB-SP)
Procurada, a candidata não quis responder.

 

RESPOSTA DO CANDIDATO
Fernando Haddad (PT-SP)
Procurado, o candidato não quis responder.

 

 

DÚVIDA DO ELEITOR (enviada em 12/10)
Quais as propostas para a área da saúde de João Leite e de Kalil?

RESPOSTA DO CANDIDATO

Belo-Horizonte-Joao-Leite-PSDB

João Leite (PSDB)
Procurado, o candidato não quis responder.

 

 

Belo-Horizonte-Alexandre-Kalil-PHSRESPOSTA DO CANDIDATO

Alexandre Kalil (PHS)
Procurado, o candidato não quis responder.

 

 

DÚVIDA DO ELEITOR (enviada em 12/10)
João Dória, prefeito eleito de São Paulo, disse que não vai tolerar invasão. O que os senhores pretendem fazer para conter a onda de invasão na cidade de Recife?

RESPOSTA DO CANDIDATO

recife-geraldo-julio-psb

Geraldo Júlio (PSB)
Procurado, o candidato não quis responder.

 

 

recife-joao-paulo-pt

RESPOSTA DO CANDIDATO

João Paulo (PT)
Procurado, o candidato não quis responder.

 

 

DÚVIDA DO ELEITOR (enviada em 12/10)
Qual a sua posição em relação ao Uber e ao Táxi Amigo? Pergunta para Roberto Cláudio.

RESPOSTA DO CANDIDATO

fortaleza-roberto-claudio-pdtRoberto Cláudio (PDT)
Procurado, o candidato não quis responder.

Continua após a publicidade

Publicidade