Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Paulo Bernardo prestará depoimento no fim do dia

Por Da Redação 23 jun 2016, 14h29

A Polícia Federal deve colher no fim do dia o depoimento do ex-ministro Paulo Bernardo, preso nesta quinta-feira durante a Operação Custo Brasil. O petista, que ocupou as pastas do Planejamento e das Comunicações nos governo Lula e Dilma, foi preso na manhã de hoje em Brasília e será levado para São Paulo, junto com os demais detidos, para os primeiros esclarecimentos. Para o Ministério Público, Bernardo “encabeçava” a organização criminosa tornada pública hoje com a Custo Brasil. No esquema, segundo os investigadores, a empresa Consist repassava 70% do faturamento líquido que tinha em contratos com o Ministério do Planejamento para o pagamento de propinas. Entre 2010 e 2015, foram movimentados mais de 100 milhões de reais em dinheiro sujo e distribuídos para diversos funcionários públicos e agentes políticos. O ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto era responsável, por exemplo, por definir o porcentual que cada um dos integrantes do propinoduto receberia. (Laryssa Borges, de Brasília)

Publicidade