Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

O que Alckmin, cotado para vice de Lula, pensa sobre aborto

Então candidato pelo PSDB se dizia contrário ao tema; Declaração de ex-presidente dá margem para ataque de adversários

Por Ricardo Ferraz Atualizado em 7 abr 2022, 10h18 - Publicado em 6 abr 2022, 17h53

Nas duas ocasiões em que concorreu à presidência da República, Geraldo Alckmin, então no PSDB, foi incitado a falar sobre o aborto.

Em 2006, durante uma sabatina do jornal O Estado de S. Paulo, o ex-tucano recebeu uma pergunta do vocalista da banda Capital Inicial que incluía sua opinião a respeito do tema. “Sou contra (o aborto). Sou favorável ao planejamento familiar.” O então candidato enfatizou que poderia criar um programa de prevenção à gravidez “como fiz em São Paulo, enquanto governador”, combatendo a gravidez indesejada, trazendo educação sexual, trabalho nas escolas e métodos contraceptivos.

Católico, Alckmin costuma frequentar missas e mantém amizade com diversos quadros da Igreja, como o Arcebispo de São Paulo, D. Odilo Scherer. Quando era governador, ele fazia questão de participar das celebrações do dia da padroeira do Brasil, na basílica de Aparecida. Também se tornaram frequentes encontros religiosos no Palácio dos Bandeirantes com integrantes da vertente Opus Dei, conhecida por uma postura ultraconservadora dentro da Igreja.

Em 2018, durante entrevista à revista IstoÉ, Alckmin manteve o mesmo tom: “Nenhuma mulher gostaria de fazer o aborto. Então o que nós temos é que evitar a gravidez indesejada com informação e métodos contraceptivos. Isso faz parte de um programa de saúde pública e educação”, disse na ocasião.

A declaração do presidenciável Luiz Inácio Lula da Silva nesta terça-feira defendendo o aborto fez com que opositores políticos questionassem a formação da chapa do petista com o ex-governador, recém filiado ao PSB.

“Perguntar não ofende. Então gostaria de saber se Geraldo Alckmin, futuro vice de Lula, também é a favor do aborto. Quando visitei Alckmin em seu gabinete, o então governador se mostrou a favor da vida, da família, um religioso praticante e um cristão fervoroso!”, provocou pelo Twitter o pastor Marco Feliciano (PL-SP).

O anúncio da chapa Lula-Alckmin está previsto para a próxima sexta-feira.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)