Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

O maior e mais caro jato da Embraer, à disposição de Dilma

Um Lineage será emprestado à presidente da República enquanto as duas aeronaves compradas por Lula para viagens regionais passam por reparos

Por Da Redação 19 fev 2011, 13h26

Dilma Rousseff terá em breve um Lineage, o mais caro e o maior jato da Embraer, no hangar do Grupo de Transporte Especial (GTE), o esquadrão da Força Aérea responsável pelo frota da Presidência da República. Trata-se de uma versão especial para 19 passageiros do modelo 190, que normalmente leva até 122 pessoas.

Um Lineage tem preço mínimo de 50,4 milhões de dólares. Dilma, no entanto, não está comprando a aeronave, nem vai pagar pelo seu uso. A Embraer cedeu por empréstimo o modelo para o GTE.

Sob a matrícula FAB 2592, o grande jato será usado para substituir os dois Emb-190 comprados pelo ex-presidente Lula para viagens locais e regionais. As duas unidades vão para a revisão, um por vez, até dezembro. A presidente vai usar o Lineage nesse período. O jato já foi pintado com as cores oficiais da Presidência e recebeu as insígnias formais.

Conforto e desempenho – A cabine é dividida em cinco áreas. Tem quatro salas: de estar, de refeições, reuniões e uma ampla seção privativa. Há ainda uma suíte isolada, com ducha, cama e televisão. O bagageiro pode ser acessado em voo. A internet está disponível em toda a cabine.

O avião tem autonomia de 8 300 quilômetros. Ou seja, pode decolar de Brasília e pousar em Madri sem escala. Para isso, leva seis toneladas de combustível a mais que o Emb-190.

A primeira cliente do Lineage foi a empresa Al Jaber Aviation, de Abu Dabi. Outros nove jatos foram negociados – a venda mais recente, foi para um empresário da Jordânia.

(com Agência Estado)

Continua após a publicidade
Publicidade